Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

GÊNERO, SEXUALIDADE E CORPO: UMA PESQUISA-AÇÃO ACERCA DAS PERCEPÇÕES DE ESTUDANTES DA REDE PÚBLICA ESTADUAL DE ENSINO

Palavra-chaves: SEXUALIDADE, EDUCAÇÃO, SAÚDE, PESQUISA-AÇÃO Comunicação Oral (CO) GT 07 - Gênero, Sexualidade e Educação Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

O presente estudo trata-se das temáticas gênero, sexualidade e corpo. A sexualidade recebe influências de diversos aspectos, por exemplo, biológicos, psicológicos, históricos, sociais e culturais. Ao longo da história, tem sido compreendida e estudada em diversas dimensões e áreas de conhecimento. Ademais, as discussões que envolvem gênero, sexualidade e corpo têm se destacado no cenário atual e perpassam pelo âmbito da educação e saúde. Nessa perspectiva, este trabalho teve como objetivos investigar quais são as percepções de estudantes do ensino fundamental 2 da rede pública estadual de Maceió-AL acerca da sexualidade e promover um espaço coletivo de reflexão e discussão sobre a temática. Para tanto, utilizou-se o método de pesquisa-ação. O emprego deste método no desenvolvimento dessa pesquisa possibilitou a execução de seus objetivos. Os procedimentos de coleta de dados foram realizados a partir da confecção de caixas, no qual os estudantes depositaram seus comentários e/ou dúvidas em relação à sexualidade durante o mês de julho deste ano. Ao todo participaram da pesquisa 74 estudantes que estão distribuídos em 4 turmas A, B, C e D, de uma escola da rede pública de Maceió-AL, onde cursam o 7° ano do ensino fundamental 2, turno matutino, no ano letivo de 2017. A partir da coleta dos comentários e/ou dúvidas dos estudantes foram elaboradas categorias através da análise de conteúdo, tais como: Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s), Puberdade/Sistema Reprodutor, Gravidez, Gênero, Ato Sexual, Social. Os resultados apontaram a maior predominância de comentários e/ou dúvidas em relação à Puberdade/Sistema Reprodutor com 44,60%, entretanto houve a menor predominância de 9,46% tanto acerca das IST’s quanto Gravidez. A categoria Ato Sexual apresentou a frequência percentual de 14,86%. No entanto, as categorias Gênero e Social apresentaram frequências percentuais similares de 10,81%. A partir disso, evidenciou-se que na categoria Puberdade/Sistema Reprodutor os comentários e/ou dúvidas estão voltados de maneira predominante aos aspectos biológicos e fisiológicos do corpo. No que se refere às IST’s, foi possível identificar um déficit em relação ao conhecimento de diversas infecções. Na categoria Ato Sexual os comentários e/ou dúvidas estavam relacionadas às práticas sexuais. Além do mais, na categoria Gênero os comentários e/ou dúvidas abarcaram a orientação sexual, identidade de gênero e violências contra a comunidade LGBT. Na categoria Social os comentários e/ou dúvidas estavam ligados ao contexto social, histórico e cultural da sexualidade. Sendo assim, percebeu-se a importância e necessidade da comunidade escolar refletir e discutir sobre a sexualidade em suas diversas dimensões.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.