Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 235
EVASÃO DA PESSOA SURDA DO AMBIENTE LABORAL

Palavra-chaves: CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL, EVASÃO DO TRABALHO, INCLUSÃO, MUNDO DO TRABALHO, MUNDO DO TRABALHO Comunicação Oral (CO) GT 11 - Inclusão, Direitos Humanos e Interculturalidade Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

O presente trabalho propõe um estudo sobre os fatores que levam a pessoa surda a se evadir do ambiente laboral. Os obstáculos advêm de inúmeros fatores que esta pessoa enfrenta e as instituições laborais também. Esta pesquisa tem relevância pessoal, social e científica. O porquê da evasão da pessoa surda do ambiente laboral. Como instrumentos de coleta de dados foram utilizados: observação participante; análise de documentos; entrevista semiestruturada e questionário, dentro de uma pesquisa qualitativa. A análise de dados confrontou o material coletado no campo empírico com os conteúdos teóricos levantados pela revisão bibliográfica, que atualmente, existem poucos estudos aprofundados sobre este assunto, o qual coloca em evidência alguns fatores que necessitam de questionamentos, pois sem essas reflexões, a evasão da pessoa surda nas instituições laborais continuará cada vez mais presente em nossa realidade. Por meio desta pesquisa foi possível concluir que as instituições laborais precisam estar preparadas para programar em todos os seus parâmetros e níveis a inclusão da pessoa surda, para que não haja a evasão dela no ambiente de trabalho, já que existem barreiras que precisam ser vencidas. E uma delas é o conhecimento da LIBRAS. Também treinar e/ou qualificar a pessoa surda. Foi possível perceber, que ela precisa estar preparada em todos os aspectos: social, psicológico e profissional, para que se sinta cidadã, portanto, reconhecida e aceita por esta sociedade. Esperamos que esse trabalho contribua com as instituições laborais a incluir este tipo de clientela, através de orientações aos funcionários, sobre a diversidade desta pessoa e como lidar com ela, aprendendo sua língua e a respeitando como pessoa, para que ela possa se sentir integrada e feliz, permanecendo neste ambiente laboral.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.