Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

ESCOLA PARA TODOS? REPRODUÇÃO E PRODUÇÃO DE AGENTES

Palavra-chaves: REPRODUÇÃO, CAPITAL CULTURAL, ESCOLA Comunicação Oral (CO) GT 04 - Fundamentos da Educação
"2017-12-19 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 36806
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 4380
    "inscrito_id" => 9744
    "titulo" => "ESCOLA PARA TODOS? REPRODUÇÃO E PRODUÇÃO DE AGENTES"
    "resumo" => "O objetivo deste artigo é compreender a escola com base nas ideias presentes no livro “A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino” de Pierre Bourdieu e Jean-Claude Passeron. Nessa obra, os autores demonstram como é possível identificar a escola como espaço de reprodução das desigualdades presentes na sociedade e de que forma isso é feito. Para os autores, as desigualdades que podem ser observadas dentro do espaço escolar, são as mesmas que estão postas em outros campos da sociedade, assim a escola não só reproduz essas desigualdades, como ajuda a produzi-las. Os agentes das diferentes frações de classe, fazem uso de estratégias que transformam a trajetória escolar em possibilidades de mudança ou manutenção da posição social que ocupam. Essa reprodução das desigualdades na escola se concretiza a partir da ação pedagógica. A ação pedagógica é o elemento que possibilita que os saberes legitimados pela cultura dominante sejam transmitidos aos agentes/estudantes, assim, a escola organiza suas práticas privilegiando um conhecimento que não é acessado por todos pois, diferentes frações de classe apresentam diferentes condições de acesso a determinados bens e saberes. Com o conceito de capital cultural, os autores denunciam uma diferença inicial entre os agentes ao entrar na escola. O capital cultural aproxima os agentes dos saberes escolares, com isso, alguns acabam tendo maior facilidade para responder as expectativas da escola do que outros. A partir dessa afirmação, buscamos propor uma discussão sobre como a escola, que propõe um ensino igualitário e homogêneo, torna-se um espaço de reprodução das desigualdades."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 04 - Fundamentos da Educação"
    "palavra_chave" => "REPRODUÇÃO, CAPITAL CULTURAL, ESCOLA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA4_ID9744_16102017211500.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:21"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:06"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "LETÍCIA CASAGRANDE OLIVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "LETICIA"
    "autor_email" => "le.ticiah@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL (UFMS)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 36806
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 4380
    "inscrito_id" => 9744
    "titulo" => "ESCOLA PARA TODOS? REPRODUÇÃO E PRODUÇÃO DE AGENTES"
    "resumo" => "O objetivo deste artigo é compreender a escola com base nas ideias presentes no livro “A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino” de Pierre Bourdieu e Jean-Claude Passeron. Nessa obra, os autores demonstram como é possível identificar a escola como espaço de reprodução das desigualdades presentes na sociedade e de que forma isso é feito. Para os autores, as desigualdades que podem ser observadas dentro do espaço escolar, são as mesmas que estão postas em outros campos da sociedade, assim a escola não só reproduz essas desigualdades, como ajuda a produzi-las. Os agentes das diferentes frações de classe, fazem uso de estratégias que transformam a trajetória escolar em possibilidades de mudança ou manutenção da posição social que ocupam. Essa reprodução das desigualdades na escola se concretiza a partir da ação pedagógica. A ação pedagógica é o elemento que possibilita que os saberes legitimados pela cultura dominante sejam transmitidos aos agentes/estudantes, assim, a escola organiza suas práticas privilegiando um conhecimento que não é acessado por todos pois, diferentes frações de classe apresentam diferentes condições de acesso a determinados bens e saberes. Com o conceito de capital cultural, os autores denunciam uma diferença inicial entre os agentes ao entrar na escola. O capital cultural aproxima os agentes dos saberes escolares, com isso, alguns acabam tendo maior facilidade para responder as expectativas da escola do que outros. A partir dessa afirmação, buscamos propor uma discussão sobre como a escola, que propõe um ensino igualitário e homogêneo, torna-se um espaço de reprodução das desigualdades."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 04 - Fundamentos da Educação"
    "palavra_chave" => "REPRODUÇÃO, CAPITAL CULTURAL, ESCOLA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA4_ID9744_16102017211500.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:21"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:06"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "LETÍCIA CASAGRANDE OLIVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "LETICIA"
    "autor_email" => "le.ticiah@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL (UFMS)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 19 de dezembro de 2017

Resumo

O objetivo deste artigo é compreender a escola com base nas ideias presentes no livro “A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino” de Pierre Bourdieu e Jean-Claude Passeron. Nessa obra, os autores demonstram como é possível identificar a escola como espaço de reprodução das desigualdades presentes na sociedade e de que forma isso é feito. Para os autores, as desigualdades que podem ser observadas dentro do espaço escolar, são as mesmas que estão postas em outros campos da sociedade, assim a escola não só reproduz essas desigualdades, como ajuda a produzi-las. Os agentes das diferentes frações de classe, fazem uso de estratégias que transformam a trajetória escolar em possibilidades de mudança ou manutenção da posição social que ocupam. Essa reprodução das desigualdades na escola se concretiza a partir da ação pedagógica. A ação pedagógica é o elemento que possibilita que os saberes legitimados pela cultura dominante sejam transmitidos aos agentes/estudantes, assim, a escola organiza suas práticas privilegiando um conhecimento que não é acessado por todos pois, diferentes frações de classe apresentam diferentes condições de acesso a determinados bens e saberes. Com o conceito de capital cultural, os autores denunciam uma diferença inicial entre os agentes ao entrar na escola. O capital cultural aproxima os agentes dos saberes escolares, com isso, alguns acabam tendo maior facilidade para responder as expectativas da escola do que outros. A partir dessa afirmação, buscamos propor uma discussão sobre como a escola, que propõe um ensino igualitário e homogêneo, torna-se um espaço de reprodução das desigualdades.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.