Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

AUTOMEDICAÇÃO E O ENSINO DE QUÍMICA: CONCEPÇÕES DE DISCENTES DA E.E.E.M. JOEL PEREIRA DA SILVA EM CARRAPATEIRA - PB

Palavra-chaves: AUTOMEDICAÇÃO, ENSINO DE QUÍMICA, DISCENTES Pôster (PO) GT 01 - Formação de Professores Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

A automedicação é um problema de ordem social e que deve ser tratado pela instituição escolar como Tema Transversal, e como a Química Orgânica está intimamente ligada à formulação e composição de fármacos é que este trabalho tanto tem um caráter formativo quanto informativo. O intuito deste trabalho é que os 43 alunos, das turmas de 2° e 3° ano da Escola Estadual de Ensino Médio Joel Pereira da Silva na cidade de Carrapateira-PB desenvolva a habilidade de pensamento crítico enquanto aprende conceitos fundamentais. A pesquisa teve início através de uma extensa pesquisa bibliográfica, onde autores como Pachelli, 2003, estudou o processo que o homem ingere remédios por conta própria. Posteriormente foi aplicado um formulário para avaliar os conhecimentos prévios dos discentes e, em seguida foi desenvolvido as palestras que abrangeram o tema da "automedicação". Também foi inserida uma ampla discussão atribuída na efetivação de uma mesa a respeito das "garrafadas e chás naturais utilizados como remédios" ainda foram realizadas aulas para aperfeiçoar o aprendizado dos alunos seguida da confecção de modelos moleculares dos medicamentos mais utilizados na automedicação pelos estudantes e por fim, observou-se a necessidade da aplicação de um novo instrumento de pesquisa para averiguação das modificações obtidas pela intervenção metodológica proposta neste projeto. Os resultados obtidos na pesquisa com os alunos mostraram que trabalhar com temas vivenciados por eles e contextualizados em sala de aula facilita a construção do conhecimento científico/químico, onde 46,87% disseram que o uso da temática facilitou o entendimento sobre os conceitos químicos e 59,37% afirmaram que a construção das moléculas dos medicamentos mais usados por eles facilitou a compreensão do conteúdo. Desenvolver a importância da abordagem de temas sociais para o processo de aprendizagem dos alunos e para a formação de cidadãos conscientes e capazes de tomarem decisões adequadas sobre a questão da automedicação.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.