Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

A INTERAÇÃO ENTRE DOCENTE E DISCENTES NAS AULAS DE LÍNGUA PORTUGUESA EM TURMA DE 7° ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL II – MODALIDADE EJA

Palavra-chaves: LÍNGUA PORTUGUESA, INTERAÇÃO, EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Comunicação Oral (CO) GT 17 – Ensino e suas interseções Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

O presente trabalho buscou refletir sobre a relação professor e aluno nas aulas de Língua Portuguesa Modalidade Educação de Jovens e Adultos, como meio de apropriação/ ou não do conhecimento, por isso, a relação entre professor e aluno, aluno-aluno merece o nosso olhar enquanto estudantes e pesquisadores da área. Neste contexto, focalizamos alguns conceitos como a Retrospectiva da Educação Jovens e Adultos no Brasil, Formação docente modalidade EJA e Atuação do professor de Língua Portuguesa na EJA como possíveis elementos provocadores do não aprender. Neste sentido, o objetivo desta temática é analisar a relação estabelecida entre professores e alunos na sala de aula de Língua Portuguesa na modalidade EJA, destacando a importância do preparo do professor em calcar elementos dos educandos que facilitem o aprendizado dos mesmos e enriquecer a aula. O procedimento para coleta de dados pautou-se a partir de pesquisas bibliográficas, a fim de buscar subsídios para o embasamento teórico e também um estudo de caso realizado na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio “Arruda Câmara”. Neste aspecto, ao procurar compreender a relação de reciprocidade na sala de aula entre professor-aluno entende-se que as reflexões feitas sempre requerem um olhar mais crítico e observador sobre os constituintes do ensino-aprendizagem, pois é na sala de aula que o aprender se torna mais interessante ao passo em que o aluno se sente competente através dos métodos utilizados pelo professor para o aprendizado. Verificamos que a interação entre professor e aluno na sala de aula pautado na construção de saberes se torna um desafio diante do contexto atual em que vivemos, incumbindo ao professor enquanto mediador de relações sociais entre indivíduos de diferentes classes, onde o contexto escolar é visto como universo das diferenças que culminam numa igualdade de saberes diversificados.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.