Artigo Anais III CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

Visualizações: 250
CURA, ABANDONO AO TRATAMENTO E ÓBITO POR TUBERCULOSE EM PACIENTES IDOSOS (AS) NO MUNICÍPIO DE CAMPINA GRANDE - PB, 2001 A 2012

Palavra-chaves: IDOSO, TUBERCULOSE, CONTROLE Pôster (PO) Políticas publicas e envelhecimento Publicado em 15 de junho de 2013

Resumo

INTRODUÇÃO: A tuberculose (TB) é uma doença infectocontagiosa com evolução em ciclos lentos e maior incidência nas aglomerações urbanas. É caracterizada como um grave problema de saúde pública, principalmente nos países subdesenvolvidos. No Brasil, são notificados anualmente cerca de 85 mil casos novos, correspondendo a uma taxa de incidência de 47 casos por 100.000 habitantes. Campina Grande é um dos municípios prioritários para o Programa de Controle da TB no Estado da Paraíba e adotou o DOTS (Direct Observed Treatment Short-Course) como estratégia para o controle da doença. OBJETIVO: Avaliar o controle da TB em idosos (as) no município de Campina Grande-PB através da analise dos percentuais de cura, abandono ao tratamento e óbito por tuberculose em pacientes com idade igual ou superior a 60 anos no período de 2001 a 2012. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo descritivo de abordagem quantitativa. Foram utilizados dados de TB ocorridos em Campina Grande e notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) no período de 2001 a 2012. Utilizamos como critério de elegibilidade as notificações de pacientes que residem no município e cuja idade tenha sido superior ou igual a 60 anos. Foram coletados e processados pelo sofware Epi Info os dados referentes à cura, abandono ao tratamento e óbito por TB. RESULTADOS: A incidência de TB em idosos (as) apresentou um comportamento decrescente. Entre 2001 e 2004 foram notificados 107 casos de TB, dos quais 68,2 % foram curados, e 5,6% abandonaram o tratamento. No período de 2005 a 2008 houve um declínio do número notificações para 70 casos de TB em idosos (as), desses 75,7% foram curados e 10% abandonaram o tratamento. No período de 2001 a 2008 não ocorreram óbitos por TB. Entre 2009 e 2012 ocorreram 53 casos de TB entre idosos de Campina Grande com 64,1% de cura, 5,6% de abandono ao tratamento e 1,88% de óbito por TB. CONCLUSÃO: Apesar da redução do número de casos notificados no período estudado, observa-se uma redução no percentual de cura e elevação dos percentuais de abandono ao tratamento e óbito por TB, com valores inferiores aos preconizados pela Organização Mundial de Saúde para o adequado controle da doença: 85% de sucesso de tratamento e redução do abandono para 5%.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.