Artigo Anais V CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

AÇÕES EDUCATIVAS COMO INSTRUMENTO PARA O CONHECIMENTO DE IDOSOS SOBRE SEUS DIREITOS: UMA QUESTÃO DE SAÚDE

Palavra-chaves: IDOSO, EDUCAÇÃO EM SAÚDE, DIREITOS Pôster (PO) AT-04: Processo de Cuidar em Enfermagem e a Saúde da Pessoa Idosa
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 34070
    "edicao_id" => 76
    "trabalho_id" => 882
    "inscrito_id" => 1323
    "titulo" => "AÇÕES EDUCATIVAS COMO INSTRUMENTO PARA O CONHECIMENTO DE IDOSOS SOBRE SEUS DIREITOS: UMA QUESTÃO DE SAÚDE"
    "resumo" => "Introdução: À medida que a medicina evolui e que a sociedade começa a ter mais hábitos saudáveis, há o aumento na expectativa de vida. Todavia, a preservação dos direitos dos idosos parece acompanhar a evolução a passos lentos. Este relato tem como objetivo, descrever a experiência da turma do primeiro ano de enfermagem da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL), em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI). Metodologia: Trata-se de um relato de experiência de característica descritiva, realizada em uma ILPI, na cidade de Maceió/AL, envolvendo idosos, no o período de fevereiro a março de 2017. E teve como aporte teórico as aulas da disciplina de Bases de Intervenção e Atenção à Saúde com o estudo do Estatuto do Idoso (LEI Nº 10.741, DE 1º DE OUTUBRO DE 2003) com enfoque nos direitos à saúde. Resultado: Ao passar das ações um olhar mais holístico foi alcançado, a troca de experiências e o conhecimento da história de cada idoso fez com que as estratégias fossem planejadas respeitando a singularidade de cada indivíduo. Ao fim das atividades notou-se a melhora na autoestima e uma apropriação dos conhecimentos dos direitos dos idosos, como também, a conscientização dos funcionários da Instituição. Fazendo-os perceber o lugar do idoso na sociedade, seu protagonismo, suas habilidades e potencialidades. Conclusão: As atividades de Educação em Saúde devem ser planejadas respeitando os direitos dos idosos possibilitando seu protagonismo, principalmente na sociedade. O convívio social contribui para a percepção do idoso sobre suas potencialidades e habilidades, melhorando sua autonomia e qualidade de vida. A partir da experiência, os acadêmicos conseguiram aplicar a teoria na prática, mas principalmente, trocar experiências e aprendizados, sobre como estes direitos podem ser prezados por familiares e pela sociedade."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-04: Processo de Cuidar em Enfermagem e a Saúde da Pessoa Idosa"
    "palavra_chave" => "IDOSO, EDUCAÇÃO EM SAÚDE, DIREITOS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV075_MD4_SA4_ID1323_17102017003827.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:19"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:49:33"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA HILARY DA SILVA MELO"
    "autor_nome_curto" => "HILARY MELO"
    "autor_email" => "HILARY.HSM@HOTMAIL.COM"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS  UNCISAL (UNCISAL)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais V CIEH"
    "edicao_evento" => "V Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2017"
    "edicao_logo" => "5e49e719ef6ea_16022020220633.jpg"
    "edicao_capa" => "5f182cfe0d414_22072020091142.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 34070
    "edicao_id" => 76
    "trabalho_id" => 882
    "inscrito_id" => 1323
    "titulo" => "AÇÕES EDUCATIVAS COMO INSTRUMENTO PARA O CONHECIMENTO DE IDOSOS SOBRE SEUS DIREITOS: UMA QUESTÃO DE SAÚDE"
    "resumo" => "Introdução: À medida que a medicina evolui e que a sociedade começa a ter mais hábitos saudáveis, há o aumento na expectativa de vida. Todavia, a preservação dos direitos dos idosos parece acompanhar a evolução a passos lentos. Este relato tem como objetivo, descrever a experiência da turma do primeiro ano de enfermagem da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL), em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI). Metodologia: Trata-se de um relato de experiência de característica descritiva, realizada em uma ILPI, na cidade de Maceió/AL, envolvendo idosos, no o período de fevereiro a março de 2017. E teve como aporte teórico as aulas da disciplina de Bases de Intervenção e Atenção à Saúde com o estudo do Estatuto do Idoso (LEI Nº 10.741, DE 1º DE OUTUBRO DE 2003) com enfoque nos direitos à saúde. Resultado: Ao passar das ações um olhar mais holístico foi alcançado, a troca de experiências e o conhecimento da história de cada idoso fez com que as estratégias fossem planejadas respeitando a singularidade de cada indivíduo. Ao fim das atividades notou-se a melhora na autoestima e uma apropriação dos conhecimentos dos direitos dos idosos, como também, a conscientização dos funcionários da Instituição. Fazendo-os perceber o lugar do idoso na sociedade, seu protagonismo, suas habilidades e potencialidades. Conclusão: As atividades de Educação em Saúde devem ser planejadas respeitando os direitos dos idosos possibilitando seu protagonismo, principalmente na sociedade. O convívio social contribui para a percepção do idoso sobre suas potencialidades e habilidades, melhorando sua autonomia e qualidade de vida. A partir da experiência, os acadêmicos conseguiram aplicar a teoria na prática, mas principalmente, trocar experiências e aprendizados, sobre como estes direitos podem ser prezados por familiares e pela sociedade."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-04: Processo de Cuidar em Enfermagem e a Saúde da Pessoa Idosa"
    "palavra_chave" => "IDOSO, EDUCAÇÃO EM SAÚDE, DIREITOS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV075_MD4_SA4_ID1323_17102017003827.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:19"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:49:33"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA HILARY DA SILVA MELO"
    "autor_nome_curto" => "HILARY MELO"
    "autor_email" => "HILARY.HSM@HOTMAIL.COM"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS  UNCISAL (UNCISAL)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais V CIEH"
    "edicao_evento" => "V Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2017"
    "edicao_logo" => "5e49e719ef6ea_16022020220633.jpg"
    "edicao_capa" => "5f182cfe0d414_22072020091142.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Introdução: À medida que a medicina evolui e que a sociedade começa a ter mais hábitos saudáveis, há o aumento na expectativa de vida. Todavia, a preservação dos direitos dos idosos parece acompanhar a evolução a passos lentos. Este relato tem como objetivo, descrever a experiência da turma do primeiro ano de enfermagem da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL), em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI). Metodologia: Trata-se de um relato de experiência de característica descritiva, realizada em uma ILPI, na cidade de Maceió/AL, envolvendo idosos, no o período de fevereiro a março de 2017. E teve como aporte teórico as aulas da disciplina de Bases de Intervenção e Atenção à Saúde com o estudo do Estatuto do Idoso (LEI Nº 10.741, DE 1º DE OUTUBRO DE 2003) com enfoque nos direitos à saúde. Resultado: Ao passar das ações um olhar mais holístico foi alcançado, a troca de experiências e o conhecimento da história de cada idoso fez com que as estratégias fossem planejadas respeitando a singularidade de cada indivíduo. Ao fim das atividades notou-se a melhora na autoestima e uma apropriação dos conhecimentos dos direitos dos idosos, como também, a conscientização dos funcionários da Instituição. Fazendo-os perceber o lugar do idoso na sociedade, seu protagonismo, suas habilidades e potencialidades. Conclusão: As atividades de Educação em Saúde devem ser planejadas respeitando os direitos dos idosos possibilitando seu protagonismo, principalmente na sociedade. O convívio social contribui para a percepção do idoso sobre suas potencialidades e habilidades, melhorando sua autonomia e qualidade de vida. A partir da experiência, os acadêmicos conseguiram aplicar a teoria na prática, mas principalmente, trocar experiências e aprendizados, sobre como estes direitos podem ser prezados por familiares e pela sociedade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.