Artigo Anais V ENLAÇANDO

ANAIS de Evento

ISSN: 2238-9008

Visualizações: 288
"A VIOLÊNCIA SOBRE OS CORPOS INFANTO-JUVENIS NA BAHIA, ENTRE 1940-1960: O CRIME DE ESTUPRO E CORRUPÇÃO DE MENORES"

Palavra-chaves: INFANTO-JUVENIL, REPRESENTAÇÃO, SEXUALIDADE Comunicação Oral (CO) ET17: GÊNERO E SEXUALIDADES DA INFÂNCIA À ADOLESCÊNCIA: PRODUÇÃO E GESTÃO DO CONHECIMENTO Publicado em 27 de novembro de 2017

Resumo

Esta comunicação pretende apresentar reflexões sobre as representações e práticas acerca da sexualidade infanto-juvenil na Bahia, a partir da investigação de processos-crime de estupro e corrupção de menores, entre 1940 a 1960. Para tanto, parte-se do pressuposto de que infância e adolescência são fases especificas da vida humana histórica e socialmente determinada. A sexualidade, por sua vez, é um contruto historicamente datado que tem imbricações com questões de gênero, etária, raça e classe. Da mesma forma, defende-se a premissa que o crime ou os delitos sexuais são vistos, pela visão jurídica, como desvios das relações normais praticadas pela maioria dos indivíduos e, por isso, devem ser analisados mantendo um diálogo com os códigos penais e a produção jurídica vigente na sociedade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.