Artigo Anais II CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

(RE)PENSANDO AS PRÁTICAS DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DA CRIANÇA NA ATENÇÃO BÁSICA.

Palavra-chaves: SAÚDE DA CRIANÇA, INTEGRALIDADE, COMUNIDADE Comunicação Oral (CO) AT-01: Medicina Publicado em 14 de junho de 2017

Resumo

O presente artigo trata-se de um estudo direcionado à atenção a saúde da criança que é proposta pelo Ministério da Saúde e garantido de forma constitucional pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Objetiva-se através da reflexão acerca de como está sendo realizada a atenção a saúde da criança, interligadas as noções de integralidade e Vigilância a Saúde que nortearam o funcionamento do serviço, buscando verificar se as práticas estão sendo implantadas de maneira adequada dentro do serviço de saúde no que diz respeito à atenção integral a saúde da criança. A partir do perfil epidemiológico da comunidade analisada, é possível perceber as reais necessidades de saúde da criança, diante disso almeja-se a elaboração de propostas de intervenção a que virão a preencher lacunas encontradas dentro do serviço de saúde. Tal estudo foi realizado com base em uma capitação da realidade numa Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) do município de Pau dos Ferros, localizado no estado do Rio Grande do Norte, como também na leitura atenta do referencial teórico indicado durante a disciplina de Saúde Coletiva e que nos trouxe noções de integralidade, Vigilância a Saúde e necessidades básicas de saúde, que foram de grande importância para a construção desse artigo através de uma breve revisão de literatura. Diante das reflexões feitas percebe-se que a atenção à saúde da criança é insuficiente para a realização de ações integrais com vista às noções de vigilância a saúde e integralidade que norteiam as ações e práticas no serviço de saúde do nosso país.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.