Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 187
A HUMANIDADE DESCARTÁVEL: UMA ANÁLISE DA QUESTÃO DO ABANDONO DO IDOSO EM INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA

Palavra-chaves: SERVIÇO SOCIAL, IDOSOS, EXERCÍCIO PROFISSIONAL, INSTITUIÇOES DE LONGA PERMANENCIA Tema Livre (TL) / Oral Papers Submission AT-9: POLÍTICAS PÚBLICAS E DIREITO DA PESSOA IDOSA

Resumo

A Humanidade descartável: uma análise da questão do abandono do idoso em instituições de longa permanência é fruto de reflexões e análises sobre o exercício profissional do Assistente Social acerca dos idosos institucionalizados levando em consideração a conjuntura atual da logica do desvalor da pessoa humana em face do capitalismo monopolista/financeiro. Esta pesquisa é resultado o projeto de pesquisa das disciplinas de Pesquisa I e II do Curso de Serviço Social da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Primou-se pela pesquisa de caráter qualitativo, com recorte focalizado em uma instituição de médio porte da capital potiguar. Respaldando e subsidiando as reflexões e analises acerca do objeto de estudo foi utilizado o materialismo histórico dialético. Nesta discussão contemplasse o Serviço social na operacionalização e concretização dos direitos em uma conjuntura limitadora e tolhedora do capitalismo exacerbado tornando-se dificultosa a sobrevivência das famílias que não possuem as condições necessárias para seu sustento, imbricando na descartabilidade da pessoa idosa; que não esta inserido na lógica do capital do aligeiramento da vida das relações sociais e no fazer profissional que esbarra nos limites e possibilidades de sua atuação. Assim é necessário uma analise mais aprofundada do universo das Instituições de longa permanência para pessoas idosas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.