Artigo Anais III CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

CADERNETA DE SAÚDE DA PESSOA IDOSA: UM DOCUMENTO INDISPENSÁVEL NA TERCEIRA IDADE

Palavra-chaves: IDOSO, ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE, CADERNETA DE SAÚDE DA PESSOA IDOSA Tema Livre (TL) Atenção integral à saúde: promoção, prevenção, tratamento e reabilitação do idoso Publicado em 15 de junho de 2013

Resumo

INTRODUÇÂO: Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 2025 o Brasil será o sexto país do mundo em número de idosos. A caderneta de Saúde da Pessoa Idosa foi lançada em 2007 pelo Ministério da Saúde, com o objetivo de melhorar o atendimento ao idoso, e por isso o material se tornou uma das melhores fontes de informações sobre todas as atividades do usuário idoso. OBJETIVO: verificar as dificuldades encontradas pelos idosos de um grupo de convivência, em obter a Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa como um documento indispensável para a terceira idade, conhecendo também, o número de idosos que a possuem. METODOLOGIA: Estudo de caráter descritivo, com abordagem qualitativa, realizado no grupo de idosos“ Envelhecendo com Saúde¨ na Faculdade de Ciências Médicas de Campina Grande - PB., nos meses de setembro e outubro de 2012. A amostra foi constituída por vinte e um idosos do gênero masculino e feminino. Utilizou-se para análise do material empírico a técnica de Análise de Conteúdo proposta por Bardin, estruturando os resultados encontrados em categorias temáticas. Por se tratar de uma pesquisa com seres humanos a mesma foi encaminhada a um comitê de ética, e seguiu as diretrizes emanadas na resolução 196/96. O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do Centro de Ensino Superior e Desenvolvimento - CESED que emitiu parecer favorável em 20/10/2011,segundo protocolo CEP/CAAE – 0119.0.405.000-11.RESULTADOS E DISCUSSÃO: Em nossa amostra constatamos que 76% dos idosos eram do gênero feminino e 24% eram do gênero masculino. 38% Conhecem a Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa e 62 % não conhecem. 33% possuem a Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa e 77% não possuem. Evidenciou-se em nosso estudo, que a maior dificuldade em receber a Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa, é ocasionada pela falta de informação sobre a existência da mesma, e que apesar de todos os profissionais da Estratégia Saúde da Família terem sido sensibilizados quanto a importância da Caderneta, ela não é solicitada e utilizada por todos os profissionais de saúde. Os idosos tinham uma certa noção da função da Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa, que seria de propiciar um controle periódico de determinadas condições de saúde/doença do mesmo. CONCLUSÃO: Apesar dos profissionais de saúde terem sido sensibilizados quanto ao instrumento, na maioria das vezes ele não é utilizado pelos mesmos. Em nosso estudo observou-se, que a maioria dos idosos do grupo pesquisado não possuem a Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa, e quando a possuem ela não é utilizada por todos os profissionais de saúde da Atenção Básica. A Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa, é de fundamental importância, pois, ela auxiliará os profissionais de saúde na identificação das pessoas idosas frágeis ou em risco de fragilização, através do constante acompanhamento de saúde para cada indivíduo atendido no sistema de saúde público ou privado.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.