Artigo Anais SEMLICA

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-9333

Visualizações: 252
CRESCIMENTO DE MUDAS DE ACEROLA ADUBADAS COM BIOFERTILIZANTE BOVINO

Publicado em 13 de julho de 2013

Resumo

A cultura da acerola na microrregião de Catolé é cultivada por moradores em fundo de quintal e agricultores familiares, sem nenhuma técnica agronômica, seus frutos são fontes com altíssimo de teor de vitamina C, além da importância na medicina mundial, acerola é hoje uma das frutíferas com grande potencial para exportação. Atualmente diversos tipos de substratos podem ser utilizados para a produção de mudas de acerola, dentre eles, areia lavada, composto orgânico, estercos, serragem, bagaço de cana, húmus, além de outros, objetivou-se avaliar os efeitos de diferentes substratos em níveis percentuais de esterco bovino e de biofertilizante bovino fornecido ao solo respectivamente na forma sólida e líquida, no crescimento de mudas de acerola. O experimento foi conduzido no período de 29 de março a 09 de junho de 2012 em viveiro de produção de mudas. A aplicação do biofertilizante foi feita em fundação, 24 horas antes do semeio e uma de cobertura aos 32 DAS (dias após a semeadura). As mudas foram cultivadas em sacos de polietilenos com 15 cm de largura e 30 cm de comprimento que foram preenchidos com 2 litros. Aos 72 DAS foi determinado altura da planta, diâmetro caulinar e área foliar, com isso verificou-se que o fator de quantitativo das doses de biofertilizante bovino exerceu efeitos significativos sobre todas as variáveis avaliadas, porém os substratos foram significativos apenas para o variável diâmetro caulinar, a adubação orgânica com biofertilizante, independentemente dos substratos, influencia positivamente o crescimento em altura, diâmetro e área foliar das mudas de acerola.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.