Artigo Anais SEMLICA

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-9333

Visualizações: 153
INFLUÊNCIA DO TEMPO DE SECAGEM SOBRE A VIABILIDADE DAS SEMENTES DE CINNAMOMUM ZEYLANICUM NESS

Resumo

A canela (Cinnamomum zeylanicum Ness) é uma árvore originária do Ceilão, da Birmânia e da Índia, pertencente à família das Lauráceas. Suas sementes são recalcitrantes, no entanto, em nenhum momento do desenvolvimento se verifica tolerância à dessecação, motivo pelo qual estas sementes apresentam grande dificuldade em sua conservação. Este trabalho objetivou avaliar a qualidade fisiológica das sementes de canela (Cinnamomum zeylanicum Ness) submetidas a diferentes níveis de secagem, os frutos de coloração marrom escura e completamente maduros foram coletados e despolpados manualmente, em seguida, as sementes foram expostas para a secagem, sobre papel toalha, em condições de laboratório. Os tratamentos consistiram na amostragem para a determinação do teor de água, testes de germinação e vigor no início do experimento e após 12, 24, 36, 48, 60, 72, 84 e 96 horas. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente ao acaso, em quatro repetições de 25 sementes cada. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância e de regressão polinomial. As sementes de canela são dispersas com alto teor de água (39,43%) e tem a viabilidade comprometida quando desidratadas; a capacidade de germinação bem como a sua velocidade diminui com a desidratação, caracterizando o comportamento recalcitrante das sementes; com teor de água inferior a 34,82% tanto a porcentagem quanto a velocidade de germinação são reduzidas. As sementes de C. zeylanicum toleram a dessecação até 12 horas sem perdas significativas da qualidade fisiológica.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.