Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

IMPORTÂNCIA DOS MARCADORES SÉRICOS NO ESTADIAMENTO DA DOENÇA RENAL CRÔNICA

Palavra-chaves: DOENÇA RENAL CRÔNICA, MARCADORES SÉRICOS, ESTADIAMENTO Pôster (PO) AT-11: BIOMEDICINA
"2016-06-15 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 19233
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 797
    "inscrito_id" => 927
    "titulo" => "IMPORTÂNCIA DOS MARCADORES SÉRICOS NO ESTADIAMENTO DA DOENÇA RENAL CRÔNICA"
    "resumo" => "A doença renal crônica consiste em um quadro de lesão renal e perda progressiva e irreversível da função dos rins (glomerular, tubular e endócrina) que pode ser detectada por meio de alguns exames laboratoriais que visam analisar a condição dos rins e consequentemente observar alterações na taxa de filtração glomerular. Objetivou-se, portanto, apresentar a importância dos marcadores séricos no estadiamento da doença renal crônica. Tratou-se de um estudo de revisão de literatura onde os artigos utilizados foram pesquisados nos bancos de dados Scielo, PUBMED, LILACS e Google acadêmico, publicados entre os anos de 2002 a 2014.O estágio da doença é classificado de acordo com a diminuição da taxa de filtração glomerular, denominado de uma leve diminuição até uma falência renal. A doença renal crônica, necessita de marcadores clássicos da disfunção renal, onde dependem do decréscimo da TFG, marcadores como: Creatinina sérica, Cistaina C e a proteína β-traco (PBT), são utilizados para acessar a função renal. Onde vão ser imprescindíveis para nortear a situação do paciente e, consequentemente, o tratamento a ser utilizado, buscando limitar danos posteriores."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-11: BIOMEDICINA"
    "palavra_chave" => "DOENÇA RENAL CRÔNICA, MARCADORES SÉRICOS, ESTADIAMENTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD4_SA11_ID927_31052016201627.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:05"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:10"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "CLARICE SILVA  SALES"
    "autor_nome_curto" => "CLARICE SALES"
    "autor_email" => "clarice19107@hotmail.com"
    "autor_ies" => "FACULDADE MAURICIO DE NASSAU"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 19233
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 797
    "inscrito_id" => 927
    "titulo" => "IMPORTÂNCIA DOS MARCADORES SÉRICOS NO ESTADIAMENTO DA DOENÇA RENAL CRÔNICA"
    "resumo" => "A doença renal crônica consiste em um quadro de lesão renal e perda progressiva e irreversível da função dos rins (glomerular, tubular e endócrina) que pode ser detectada por meio de alguns exames laboratoriais que visam analisar a condição dos rins e consequentemente observar alterações na taxa de filtração glomerular. Objetivou-se, portanto, apresentar a importância dos marcadores séricos no estadiamento da doença renal crônica. Tratou-se de um estudo de revisão de literatura onde os artigos utilizados foram pesquisados nos bancos de dados Scielo, PUBMED, LILACS e Google acadêmico, publicados entre os anos de 2002 a 2014.O estágio da doença é classificado de acordo com a diminuição da taxa de filtração glomerular, denominado de uma leve diminuição até uma falência renal. A doença renal crônica, necessita de marcadores clássicos da disfunção renal, onde dependem do decréscimo da TFG, marcadores como: Creatinina sérica, Cistaina C e a proteína β-traco (PBT), são utilizados para acessar a função renal. Onde vão ser imprescindíveis para nortear a situação do paciente e, consequentemente, o tratamento a ser utilizado, buscando limitar danos posteriores."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-11: BIOMEDICINA"
    "palavra_chave" => "DOENÇA RENAL CRÔNICA, MARCADORES SÉRICOS, ESTADIAMENTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD4_SA11_ID927_31052016201627.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:05"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:10"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "CLARICE SILVA  SALES"
    "autor_nome_curto" => "CLARICE SALES"
    "autor_email" => "clarice19107@hotmail.com"
    "autor_ies" => "FACULDADE MAURICIO DE NASSAU"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

A doença renal crônica consiste em um quadro de lesão renal e perda progressiva e irreversível da função dos rins (glomerular, tubular e endócrina) que pode ser detectada por meio de alguns exames laboratoriais que visam analisar a condição dos rins e consequentemente observar alterações na taxa de filtração glomerular. Objetivou-se, portanto, apresentar a importância dos marcadores séricos no estadiamento da doença renal crônica. Tratou-se de um estudo de revisão de literatura onde os artigos utilizados foram pesquisados nos bancos de dados Scielo, PUBMED, LILACS e Google acadêmico, publicados entre os anos de 2002 a 2014.O estágio da doença é classificado de acordo com a diminuição da taxa de filtração glomerular, denominado de uma leve diminuição até uma falência renal. A doença renal crônica, necessita de marcadores clássicos da disfunção renal, onde dependem do decréscimo da TFG, marcadores como: Creatinina sérica, Cistaina C e a proteína β-traco (PBT), são utilizados para acessar a função renal. Onde vão ser imprescindíveis para nortear a situação do paciente e, consequentemente, o tratamento a ser utilizado, buscando limitar danos posteriores.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.