Artigo Anais I CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

A RADIOATIVIDADE NUMA VISÃO QUÍMICA E SOCIAL

Palavra-chaves: RADIOATIVIDADE, CANCÊR, PRECONCEITO, INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA Pôster (PO) Licenciatura em Química Publicado em 01 de junho de 2016

Resumo

As radiações estão presentes em nosso dia-a-dia e vão desde os raios solares a diversos aparelhos que propiciam facilidade cotidiana, como por exemplo, os aparelhos celulares ou ainda no uso da internet, além do uso na área da medicina. A radiação, em Física, é definida como a propagação de energia e pode ser identificada pelo elemento condutor de energia, pela fonte de radiação ou pelos seus efeitos. . Os efeitos da radiação podem ser em longo prazo, curto prazo ou apresentar problemas aos descendentes da pessoa infectada. O indivíduo que recebe a radiação sofre alteração genética, que pode ser transmitida na gestação. Por outro lado, a radiação pode ser utilizada como ferramenta na medicina, para diagnóstico e tratamento de tumores, como é o caso da radioterapia e também na radiologia, para obtenção da imagem de um corpo, por exemplo. Ou ainda tem utilidade na previsão do tempo e na datação radioativa, usada para determinação de idade de fósseis e objetos antigos. Além disso, a radiação também é utilizada pela área agrícola, como método eficaz para desinfecção e conservação de alimentos, uma vez que esta técnica de irradiação retarda a maturação e reduz as pragas ou microrganismos. É de suma importância que se trabalhe fundamentações do estudo da ciência química em todas as séries do ensino médio, para que se torne possível uma maior visão desta área de ensino, levando em consideração o conhecimento do senso comum de cada aluno, vivenciado em seu dia-a-dia, aprimorando-o e sendo acrescido de conhecimentos científicos. De modo que torne possível ao alunado a percepção da relação entre ambos. Assim como os outros campos do conhecimento, a Química utiliza também uma linguagem matemática associada aos fenômenos macro e microscópicos. O domínio dessa linguagem servirá para desenvolver competências e habilidades referentes ao estabelecimento de relações lógico-empíricas, lógico-formais, hipotético-lógicas e de raciocínio proporcional. O seguinte trabalho foi desenvolvido com alunos do 3º ano do ensino médio da Escola Estadual de Ensino Médio Francisco Marques de Melo do município do Damião-PB, a fim de contemplar domínios e competências de Língua Portuguesa e Matemática em articulação à disciplina de Química; induzir a participação da comunidade no ambiente escolar; introduzir temáticas sociais nas discussões em sala de aula; promover ao aluno o papel de protagonista do seu próprio conhecimento; propor uma sensibilização sobre o preconceito; discutir sobre a radioatividade, seus benefícios e malefícios; realizar visita técnica a centro ou clínica médica que utilizam a radioatividade como ferramenta da medicina; utilizar a função exponencial como ferramenta para construção e análise de gráfico sobre o decaimento radioativo, etc. Sua execução foi satisfatória por produzir e elevar o nível de conhecimento dos alunos, envolver a comunidade em atividades escolares e ainda poder repassar à esta alguns conhecimentos acadêmicos voltados para a área de química além da orientação de cuidados com a saúde, etc. Sendo possível uma melhor interação da comunidade geral com o ambiente escolar e maior envolvimento dos alunos nas atividades educacionais propostas, contribuindo, desta forma, com o processo de ensino-aprendizagem.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.