Artigo Anais VII FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

Visualizações: 296
“ESCRITOS SOBRE EDUCAÇÃO”: NIETZSCHE E O SENTIDO DE UNIVERSIDADE

Palavra-chaves: NIETZSCHE, UNIVERSIDADE, EDUCAÇÃO Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Filosofia e Sociologia da Educação

Resumo

O presente Artigo Científico pretendeu analisar o sentido de uma Universidade no Baixo Amazonas a partir do pensamento e da ação de Friedrich Nietzsche, filósofo alemão criador da ideia do Super Homem. Para tanto, traçaram-se os seguintes objetivos específicos: compreender o contexto de ensino superior, bem como a educação de si mesmo e sua concepção enquanto método pedagógico, identificando fragilidades existentes na estrutura e no cotidiano do Centro de Estudos Superiores de Parintins - CESP, da Universidade do Estado do Amazonas – UEA. O Artigo é composto de 03 (três) seções, são elas: Nietzsche e a Educação Superior do seu tempo; A Educação de si mesmo como método pedagógico; A Educação Superior no Baixo Amazonas: uma análise do CESP/UEA. Orientou-se pela pesquisa bibliográfica, abordagem qualitativa, com aplicação de entrevista semiestruturada contendo 06 (seis) perguntas relacionadas à temática para 04 docentes do CESP/UEA: 01 professor (a) de Filosofia, 01 de Pedagogia, 01 de Geografia e 01 de Física. Nietzsche sempre defendeu a Educação enquanto dúvida e desconstrução da realidade. O homem molda o mundo ao seu redor conforme os valores pertencentes à coletividade na qual se insere e são esses mesmos valores que o tornará passivo diante dos acontecimentos existenciais ou o fará modificá-lo de forma significativa. Nasce daí a vontade de poder, a envergadura do super-homem e, sobretudo, a célebre frase Torna-te aquilo que és. Todo ser humano é um ser cultural, comunga dos mesmos hábitos e costumes aceitos pela sociedade na qual se insere. Nietzsche, por sua vez, argumenta que uma das maiores finalidades das universidades é preparar o estudante para a Cultura, pautada na moral e no livre pensamento.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.