Artigo Anais VII FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

Visualizações: 203
TEORIA ATOR-REDE (TAR) E O CURSO DE BIOLOGIA A DISTÂNCIA FRENTE AOS DESAFIOS DO CONTEXTO AMAZÔNICO. A CARTOGRAFIA DE UM CASO

Palavra-chaves: MEDIADORES TECNOLÓGICOS, FORMAÇÃO DE PROFESSORES, CONTEXTO AMAZÔNICO Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Educação, Mídias e Tecnologias Publicado em 11 de novembro de 2015

Resumo

A pesquisa aqui apresentada investigou a utilização dos mediadores tecnológicos do curso de Licenciatura em Biologia na modalidade a distância no contexto Amazônico e suas implicações para processo de formação dos professores/cursistas. Teve como locus a realidade do exercício profissional dos professores/cursistas e os requerimentos de formação como problemática. O estudo foi desenvolvido dentro de uma concepção que busca nas múltiplas dimensões que atravessam o objeto investigado a compreensão do todo, concebendo este, em uma rede interligada e aberta. Para tanto, teve-se na Teoria Ator-Rede (TAR), as bases para a compreensão das relações que envolviam os atores (actantes) desse processo e nos estudos sobre as Tecnologia da Inteligência os pressupostos para o conhecimento dos mediadores tecnológicos em questão. A pesquisa é predominantemente qualitativa de caráter indutivo e descritivo e foi desenvolvida tendo o princípio da cartografia como metáfora para o percurso trilhado. Para coleta e análise dos dados teve-se como base teórico-metodológica o Discurso do Sujeito Coletivo através de entrevistas semiabertas. Foi realizada ainda, análise documental e dos mediadores tecnológicos utilizados no curso. Como resultado o estudo evidencia as limitações de acesso e uso aos mediadores tecnológicos pelos professores/cursistas que atuavam na zona rural como reflexo da desconsideração do contexto na execução do projeto reduzindo com isso o papel dos mediadores

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.