Artigo Anais VII FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

INFLUÊNCIA CULTURAL AFRICANA: DANÇAS, JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO BÁSICA EM PARINTINS/AM

Palavra-chaves: CULTURA HÍBRIDA, CONTRIBUIÇÃO AFRICANA, EDUCAÇÃO BRASILEIRA Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission História da Educação Publicado em 11 de novembro de 2015

Resumo

Este artigo tem como intenção analisar a influência cultural dos africanos no Brasil. Por meio da revisão bibliográfica observa-se o intenso intercâmbio cultural ocorrido entre os escravos africanos, os indígenas e os europeus. Essas trocas culturais ocorridas por vários séculos durante o período colonial brasileiro contribuíram para a formação de uma cultura híbrida e bastante rica. No que se refere à contribuição africana é evidente na cultura, culinária, religião, dança, música. Jogos e brincadeiras. Percebe-se, que, essa matriz africana teve um papel importante na formação e delineamento da identidade cultural afro-brasileira, os escravos possuíam uma grande diversidade cultural devido à sua origem distinta e por pertencerem a diversas etnias com idiomas e tradições distintas, pois, eram oriundos de outras regiões do continente africano. Já, no Brasil esses africanos souberam assimilar, interpretar e recriar certas práticas de outras culturas com os quais estiveram em contato. Neste sentido, no exercício da Lei nº. 10639/03 que fortalece a presença da questão étnico-racial nos currículos escolares, em contrapartida, altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, inserindo-se na envergadura de um leque de conhecimentos, possibilitando as ações e as reflexões teórico-pedagógicas que buscam caminhos alternativos e propostas metodológicas consistentes para a efetivação da mesma. A educação brasileira busca valorizar devidamente a história e a cultura de seu povo afrodescendente, trabalho embasado em autores que discutem,

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.