Artigo Anais II CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

LIVRO DIDÁTICO E METODOLOGIA: ENGESSAM OU LIBERTAM O PROFESSOR?

Palavra-chaves: INTERACIONISMO SOCIODISCURSIVO, TRABALHO DOCENTE, LIVRO DIDÁTICO, METODOLOGIA Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Ensino de línguas estrangeiras
"2015-10-14 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 16260
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 386
    "inscrito_id" => 4665
    "titulo" => "LIVRO DIDÁTICO E METODOLOGIA: ENGESSAM OU LIBERTAM O PROFESSOR?"
    "resumo" => "Este trabalho de natureza qualitativo-interpretativista tem  por objetivo discutir o agir docente no contexto dos cursos de idiomas a partir de duas ferramentas: o livro didático e a metodologia. Sendo assim, apresentamos reflexões acerca do papel dessas ferramentas no ensino da língua inglesa na (re)configuração do agir de professoras de cursos de idiomas. A partir do diálogo proposto entre a Linguística Aplicada indisciplinar (MOITA LOPES, 2006, 2013) e o Interacionismo Sociodiscursivo (BRONCKART, 2006, 2008,2012 [1999]), discutimos quais representações do agir são produzidas por duas professoras tendo como base essas ferramentas. Nesse sentido, nós nos apoiamos nos pressupostos do Interacionismo Sociodiscursivo, cujo objetivo central é investigar as ações de linguagem por meio dos textos/discursos a fim de explicar o processo de desenvolvimento humano e do surgimento do pensamento consciente. Destarte, tomamos como categoria de análise dos dados gerados na entrevista pré-tarefa os conteúdos temáticos e as modalizações. Primeiramente, identificamos que tanto o livro didático quanto a metodologia são fatores prescritivos do agir das professoras; porém, a presença do outro em aula, no papel do aluno, em processos de interação exige uma (re)significação da aula e, consequentemente, uma (re)normatização dessas prescrições. Assim, nossas conclusões apontam que essas ferramentas, apesar de provocarem um pretenso engessamento do agir das professoras, podem ser (re)adaptadas de acordo com as representações dos alunos em aula. Por isso, acreditamos que cabe ao professor conceber essas ferramentas como constituintes do trabalho docente, mas não como diretrizes fundamentais e totalmente estáveis e imutáveis."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "Ensino de línguas estrangeiras"
    "palavra_chave" => "INTERACIONISMO SOCIODISCURSIVO, TRABALHO DOCENTE, LIVRO DIDÁTICO, METODOLOGIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD1_SA16_ID4665_08082015103209.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:01"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "LIANE VELLOSO LEITÃO"
    "autor_nome_curto" => "LIANE LEITÃO"
    "autor_email" => "lianev10@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 16260
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 386
    "inscrito_id" => 4665
    "titulo" => "LIVRO DIDÁTICO E METODOLOGIA: ENGESSAM OU LIBERTAM O PROFESSOR?"
    "resumo" => "Este trabalho de natureza qualitativo-interpretativista tem  por objetivo discutir o agir docente no contexto dos cursos de idiomas a partir de duas ferramentas: o livro didático e a metodologia. Sendo assim, apresentamos reflexões acerca do papel dessas ferramentas no ensino da língua inglesa na (re)configuração do agir de professoras de cursos de idiomas. A partir do diálogo proposto entre a Linguística Aplicada indisciplinar (MOITA LOPES, 2006, 2013) e o Interacionismo Sociodiscursivo (BRONCKART, 2006, 2008,2012 [1999]), discutimos quais representações do agir são produzidas por duas professoras tendo como base essas ferramentas. Nesse sentido, nós nos apoiamos nos pressupostos do Interacionismo Sociodiscursivo, cujo objetivo central é investigar as ações de linguagem por meio dos textos/discursos a fim de explicar o processo de desenvolvimento humano e do surgimento do pensamento consciente. Destarte, tomamos como categoria de análise dos dados gerados na entrevista pré-tarefa os conteúdos temáticos e as modalizações. Primeiramente, identificamos que tanto o livro didático quanto a metodologia são fatores prescritivos do agir das professoras; porém, a presença do outro em aula, no papel do aluno, em processos de interação exige uma (re)significação da aula e, consequentemente, uma (re)normatização dessas prescrições. Assim, nossas conclusões apontam que essas ferramentas, apesar de provocarem um pretenso engessamento do agir das professoras, podem ser (re)adaptadas de acordo com as representações dos alunos em aula. Por isso, acreditamos que cabe ao professor conceber essas ferramentas como constituintes do trabalho docente, mas não como diretrizes fundamentais e totalmente estáveis e imutáveis."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "Ensino de línguas estrangeiras"
    "palavra_chave" => "INTERACIONISMO SOCIODISCURSIVO, TRABALHO DOCENTE, LIVRO DIDÁTICO, METODOLOGIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD1_SA16_ID4665_08082015103209.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:01"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "LIANE VELLOSO LEITÃO"
    "autor_nome_curto" => "LIANE LEITÃO"
    "autor_email" => "lianev10@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 14 de outubro de 2015

Resumo

Este trabalho de natureza qualitativo-interpretativista tem por objetivo discutir o agir docente no contexto dos cursos de idiomas a partir de duas ferramentas: o livro didático e a metodologia. Sendo assim, apresentamos reflexões acerca do papel dessas ferramentas no ensino da língua inglesa na (re)configuração do agir de professoras de cursos de idiomas. A partir do diálogo proposto entre a Linguística Aplicada indisciplinar (MOITA LOPES, 2006, 2013) e o Interacionismo Sociodiscursivo (BRONCKART, 2006, 2008,2012 [1999]), discutimos quais representações do agir são produzidas por duas professoras tendo como base essas ferramentas. Nesse sentido, nós nos apoiamos nos pressupostos do Interacionismo Sociodiscursivo, cujo objetivo central é investigar as ações de linguagem por meio dos textos/discursos a fim de explicar o processo de desenvolvimento humano e do surgimento do pensamento consciente. Destarte, tomamos como categoria de análise dos dados gerados na entrevista pré-tarefa os conteúdos temáticos e as modalizações. Primeiramente, identificamos que tanto o livro didático quanto a metodologia são fatores prescritivos do agir das professoras; porém, a presença do outro em aula, no papel do aluno, em processos de interação exige uma (re)significação da aula e, consequentemente, uma (re)normatização dessas prescrições. Assim, nossas conclusões apontam que essas ferramentas, apesar de provocarem um pretenso engessamento do agir das professoras, podem ser (re)adaptadas de acordo com as representações dos alunos em aula. Por isso, acreditamos que cabe ao professor conceber essas ferramentas como constituintes do trabalho docente, mas não como diretrizes fundamentais e totalmente estáveis e imutáveis.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.