Artigo Anais II CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

CONHECENDO E IDENTIFICANDO-SE COM A CULTURA AFRO RELATO DE EXPERIÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO INFANTIL, CULTURA-AFRO, RESPEITO AS DIFERENÇAS Pôster (PO) / Poster Submission Educação e Relações Etnico-Raciais
"2015-10-14 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 15639
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 1692
    "inscrito_id" => 5553
    "titulo" => "CONHECENDO E IDENTIFICANDO-SE COM A CULTURA AFRO RELATO DE EXPERIÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL"
    "resumo" => """
      Este trabalho tem como objetivo apresentar a prática desenvolvida por uma professora do Nível V de um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) do município de Parnamirim/RN no formato relato de experiência. Para tanto, realizou-se pesquisa bibliográfica em documentos oficias, tais como a LDB 9.394/96, lei 10.639 e as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil de 2010 e também tomamos como embasamento teórico GOMES, entre outros. \r\n
      A turma era formada por 24 alunos, sendo 11 meninas e 13 meninos, com cinco anos de idade. No início do ano, no decorrer das aulas, a professora presenciou algumas atitudes dos alunos que demonstraram a necessidade de trabalhar valores dando ênfase às questões raciais em sala de aula. O que motivou o desenvolvimento de um trabalho específico com a turma foram situações observadas durante as atividades escolares. A exemplo dessas situações podemos citar: algumas crianças que demonstravam não se identificar como negras; algumas que não brincavam com bonecas negras; algumas diziam que a cor da coleção rosa é cor de pele; algumas que criticavam uma aluna com o cabelo crespo, entre outras coisas. Pensando, em sanar essas e outras dificuldades a professora elaborou um projeto intitulado “Cultivando valores com a literatura infantil”, que objetivava sensibilizar os alunos para uma mudança de postura, tendo respeito as diferenças de cada um, seja quanto ao gênero, ao contexto econômico, à cor da pele ou à origem social, compreensão indispensável a sua formação cidadã. \r\n
      Pensando na construção do eu e no respeito ao outro a professora utilizou diversas estratégias didáticas para executar o projeto, tais como: discussões nas rodas de conversa; utilização de bonecas de diversos materiais representando várias culturas (asiáticas, negras, brancas); contações de histórias; dramatização; corte e colagem; atividades com produção de desenho; escrita espontânea; produção de um boneco de bexiga, dentre outras. \r\n
      Durante as atividades houve receptividade por parte dos alunos. A princípio alguns alunos queriam brincar apenas com as bonecas “brancas”, mas em seguida foram mudando de postura. A professora levou várias bonecas, realizou dinâmicas, conversou sobre as diferenças e semelhanças entre elas e entre as pessoas. \r\n
      A professora registrou vários momentos em que os alunos demonstravam ter compreendido o que foi trabalhado, pois observou mudanças de atitudes nos alunos, que passaram a respeitar mais uns aos outros e se identificaram com as personagens dos livros, com suas histórias e etnias.
      """
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "Educação e Relações Etnico-Raciais"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO INFANTIL, CULTURA-AFRO, RESPEITO AS DIFERENÇAS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD4_SA9_ID5553_08092015010224.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:00"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA SANDRA JORGE DE SOUZA"
    "autor_nome_curto" => "MARIA SANDRA"
    "autor_email" => "mariasandra_ufrn@yahoo.co"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 15639
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 1692
    "inscrito_id" => 5553
    "titulo" => "CONHECENDO E IDENTIFICANDO-SE COM A CULTURA AFRO RELATO DE EXPERIÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL"
    "resumo" => """
      Este trabalho tem como objetivo apresentar a prática desenvolvida por uma professora do Nível V de um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) do município de Parnamirim/RN no formato relato de experiência. Para tanto, realizou-se pesquisa bibliográfica em documentos oficias, tais como a LDB 9.394/96, lei 10.639 e as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil de 2010 e também tomamos como embasamento teórico GOMES, entre outros. \r\n
      A turma era formada por 24 alunos, sendo 11 meninas e 13 meninos, com cinco anos de idade. No início do ano, no decorrer das aulas, a professora presenciou algumas atitudes dos alunos que demonstraram a necessidade de trabalhar valores dando ênfase às questões raciais em sala de aula. O que motivou o desenvolvimento de um trabalho específico com a turma foram situações observadas durante as atividades escolares. A exemplo dessas situações podemos citar: algumas crianças que demonstravam não se identificar como negras; algumas que não brincavam com bonecas negras; algumas diziam que a cor da coleção rosa é cor de pele; algumas que criticavam uma aluna com o cabelo crespo, entre outras coisas. Pensando, em sanar essas e outras dificuldades a professora elaborou um projeto intitulado “Cultivando valores com a literatura infantil”, que objetivava sensibilizar os alunos para uma mudança de postura, tendo respeito as diferenças de cada um, seja quanto ao gênero, ao contexto econômico, à cor da pele ou à origem social, compreensão indispensável a sua formação cidadã. \r\n
      Pensando na construção do eu e no respeito ao outro a professora utilizou diversas estratégias didáticas para executar o projeto, tais como: discussões nas rodas de conversa; utilização de bonecas de diversos materiais representando várias culturas (asiáticas, negras, brancas); contações de histórias; dramatização; corte e colagem; atividades com produção de desenho; escrita espontânea; produção de um boneco de bexiga, dentre outras. \r\n
      Durante as atividades houve receptividade por parte dos alunos. A princípio alguns alunos queriam brincar apenas com as bonecas “brancas”, mas em seguida foram mudando de postura. A professora levou várias bonecas, realizou dinâmicas, conversou sobre as diferenças e semelhanças entre elas e entre as pessoas. \r\n
      A professora registrou vários momentos em que os alunos demonstravam ter compreendido o que foi trabalhado, pois observou mudanças de atitudes nos alunos, que passaram a respeitar mais uns aos outros e se identificaram com as personagens dos livros, com suas histórias e etnias.
      """
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "Educação e Relações Etnico-Raciais"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO INFANTIL, CULTURA-AFRO, RESPEITO AS DIFERENÇAS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD4_SA9_ID5553_08092015010224.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:00"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA SANDRA JORGE DE SOUZA"
    "autor_nome_curto" => "MARIA SANDRA"
    "autor_email" => "mariasandra_ufrn@yahoo.co"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 14 de outubro de 2015

Resumo

Este trabalho tem como objetivo apresentar a prática desenvolvida por uma professora do Nível V de um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) do município de Parnamirim/RN no formato relato de experiência. Para tanto, realizou-se pesquisa bibliográfica em documentos oficias, tais como a LDB 9.394/96, lei 10.639 e as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil de 2010 e também tomamos como embasamento teórico GOMES, entre outros. A turma era formada por 24 alunos, sendo 11 meninas e 13 meninos, com cinco anos de idade. No início do ano, no decorrer das aulas, a professora presenciou algumas atitudes dos alunos que demonstraram a necessidade de trabalhar valores dando ênfase às questões raciais em sala de aula. O que motivou o desenvolvimento de um trabalho específico com a turma foram situações observadas durante as atividades escolares. A exemplo dessas situações podemos citar: algumas crianças que demonstravam não se identificar como negras; algumas que não brincavam com bonecas negras; algumas diziam que a cor da coleção rosa é cor de pele; algumas que criticavam uma aluna com o cabelo crespo, entre outras coisas. Pensando, em sanar essas e outras dificuldades a professora elaborou um projeto intitulado “Cultivando valores com a literatura infantil”, que objetivava sensibilizar os alunos para uma mudança de postura, tendo respeito as diferenças de cada um, seja quanto ao gênero, ao contexto econômico, à cor da pele ou à origem social, compreensão indispensável a sua formação cidadã. Pensando na construção do eu e no respeito ao outro a professora utilizou diversas estratégias didáticas para executar o projeto, tais como: discussões nas rodas de conversa; utilização de bonecas de diversos materiais representando várias culturas (asiáticas, negras, brancas); contações de histórias; dramatização; corte e colagem; atividades com produção de desenho; escrita espontânea; produção de um boneco de bexiga, dentre outras. Durante as atividades houve receptividade por parte dos alunos. A princípio alguns alunos queriam brincar apenas com as bonecas “brancas”, mas em seguida foram mudando de postura. A professora levou várias bonecas, realizou dinâmicas, conversou sobre as diferenças e semelhanças entre elas e entre as pessoas. A professora registrou vários momentos em que os alunos demonstravam ter compreendido o que foi trabalhado, pois observou mudanças de atitudes nos alunos, que passaram a respeitar mais uns aos outros e se identificaram com as personagens dos livros, com suas histórias e etnias.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.