Artigo Anais VII EPBEM

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-0042

ESTUDANDO AS LEIS DOS SENOS E DOS COSSENOS POR MEIO DE UMA “TRILHA”: A LUDICIDADE AUXILIANDO O ENSINO DA MATEMÁTICA

Palavra-chaves: JOGO, PIBID, EDUCAÇÃO MATEMÁTICA Pôster (PO) 08 - Formação de Professores e Educação Matemática (FPM)
"2012-11-23 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 1309
    "edicao_id" => 4
    "trabalho_id" => 243
    "inscrito_id" => 800
    "titulo" => "ESTUDANDO AS LEIS DOS SENOS E DOS COSSENOS POR MEIO DE UMA “TRILHA”: A LUDICIDADE AUXILIANDO O ENSINO DA MATEMÁTICA"
    "resumo" => "A ludicidade, sendo utilizada em prol do ensino, pode ser uma grande aliada no processo de aprendizagem da matemática. Nesse sentido, é por meio do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID, e através de intervenções realizadas em escolas públicas conveniadas a este Programa, que essa forma diferenciada de trabalhar conteúdos da matemática está atraindo a atenção dos alunos do Ensino Médio, possibilitando-os ter uma nova visão da matemática, ao passo que contribui para a formação inicial dos bolsistas. O referido trabalho traz o relato de uma intervenção realizada em 05 (cinco) turmas dos 2ºs anos do Ensino Médio da Escola Professor José Quintella Cavalcanti, na qual foram trabalhadas as Leis dos Senos e dos Cossenos. Foi utilizado um jogo de Trilha que é composto por 12(doze) casas, cada uma com uma regra própria, sendo 03 (três) com penalidades do tipo “Fique uma rodada sem jogar” e as outras com questões envolvendo os conceitos básicos de Lei dos Senos e Lei dos Cossenos, em que cada casa desse modelo continha uma punição diferente se a questão não fosse respondida corretamente e uma bonificação caso ocorresse o contrário. Esta atividade não se configura apenas como um jogo de sorte, pois o conhecimento matemático é decisivo no que se refere a permanecer ou não na posição determinada pelo dado. Em cada turma dividimos os alunos em seis equipes. Sendo definida a ordem que cada uma deveria jogar, era nomeado um representante de cada equipe que jogava o dado na ordem definida anteriormente e observava em que casa cada um deveria estar, obedecendo a suas respectivas regras. Aqueles que chegassem a casas contendo questões deveriam respondê-las em, no máximo, cinco minutos. A equipe que chegasse primeiro ao fim da trilha seria a vencedora, e este processo permanecia até definir o último lugar. É importante ressaltar que, quando as equipes respondiam questões erradas os bolsitas apontavam os erros e mostravam como as responder corretamente. Através desta atividade, foi diagnosticado em que parte do conteúdo trabalhado os alunos tinham mais dificuldade, e foi perceptível também, uma ação diferente em cada turma, porém, todas com uma melhora significativa em relação ao aprendizado da matemática. Além disso, muitos alunos disseram que alguns erros que obtiveram durante o jogo em algumas questões, não iriam mais acontecer, pois em uma ocasião futura em que se fizesse necessário o uso deste conteúdo, lembrariam-se deste jogo. Em suma, esta intervenção foi realizada objetivando a fixação e o aprendizado dos conceitos matemáticos, através de uma atividade lúdica que despertou a curiosidade e a criticidade dos alunos, bem como nos possibilitou entender que cada um deles é um indivíduo único, cheio de especificidades e que intervenções como essa refletem significativamente na melhoria do ensino."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "08 - Formação de Professores e Educação Matemática (FPM)"
    "palavra_chave" => "JOGO, PIBID, EDUCAÇÃO MATEMÁTICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Poster_800.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:47"
    "updated_at" => "2020-06-10 20:58:53"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MIRTES DE SOUZA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "MIRTES"
    "autor_email" => "mirtes_souza_silva@hotmai"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vii-epbem"
    "edicao_nome" => "Anais VII EPBEM"
    "edicao_evento" => "VII Encontro Paraibano de Educação Matemática"
    "edicao_ano" => 2012
    "edicao_pasta" => "anais/epbem/2012"
    "edicao_logo" => "5e49c09ba9bc2_16022020192219.png"
    "edicao_capa" => "5e49c06663c32_16022020192126.png"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2012-11-23 23:00:00"
    "publicacao_id" => 4
    "publicacao_nome" => "Anais do Encontro Paraibano de Educação Matemática"
    "publicacao_codigo" => "2317-0042"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 1309
    "edicao_id" => 4
    "trabalho_id" => 243
    "inscrito_id" => 800
    "titulo" => "ESTUDANDO AS LEIS DOS SENOS E DOS COSSENOS POR MEIO DE UMA “TRILHA”: A LUDICIDADE AUXILIANDO O ENSINO DA MATEMÁTICA"
    "resumo" => "A ludicidade, sendo utilizada em prol do ensino, pode ser uma grande aliada no processo de aprendizagem da matemática. Nesse sentido, é por meio do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID, e através de intervenções realizadas em escolas públicas conveniadas a este Programa, que essa forma diferenciada de trabalhar conteúdos da matemática está atraindo a atenção dos alunos do Ensino Médio, possibilitando-os ter uma nova visão da matemática, ao passo que contribui para a formação inicial dos bolsistas. O referido trabalho traz o relato de uma intervenção realizada em 05 (cinco) turmas dos 2ºs anos do Ensino Médio da Escola Professor José Quintella Cavalcanti, na qual foram trabalhadas as Leis dos Senos e dos Cossenos. Foi utilizado um jogo de Trilha que é composto por 12(doze) casas, cada uma com uma regra própria, sendo 03 (três) com penalidades do tipo “Fique uma rodada sem jogar” e as outras com questões envolvendo os conceitos básicos de Lei dos Senos e Lei dos Cossenos, em que cada casa desse modelo continha uma punição diferente se a questão não fosse respondida corretamente e uma bonificação caso ocorresse o contrário. Esta atividade não se configura apenas como um jogo de sorte, pois o conhecimento matemático é decisivo no que se refere a permanecer ou não na posição determinada pelo dado. Em cada turma dividimos os alunos em seis equipes. Sendo definida a ordem que cada uma deveria jogar, era nomeado um representante de cada equipe que jogava o dado na ordem definida anteriormente e observava em que casa cada um deveria estar, obedecendo a suas respectivas regras. Aqueles que chegassem a casas contendo questões deveriam respondê-las em, no máximo, cinco minutos. A equipe que chegasse primeiro ao fim da trilha seria a vencedora, e este processo permanecia até definir o último lugar. É importante ressaltar que, quando as equipes respondiam questões erradas os bolsitas apontavam os erros e mostravam como as responder corretamente. Através desta atividade, foi diagnosticado em que parte do conteúdo trabalhado os alunos tinham mais dificuldade, e foi perceptível também, uma ação diferente em cada turma, porém, todas com uma melhora significativa em relação ao aprendizado da matemática. Além disso, muitos alunos disseram que alguns erros que obtiveram durante o jogo em algumas questões, não iriam mais acontecer, pois em uma ocasião futura em que se fizesse necessário o uso deste conteúdo, lembrariam-se deste jogo. Em suma, esta intervenção foi realizada objetivando a fixação e o aprendizado dos conceitos matemáticos, através de uma atividade lúdica que despertou a curiosidade e a criticidade dos alunos, bem como nos possibilitou entender que cada um deles é um indivíduo único, cheio de especificidades e que intervenções como essa refletem significativamente na melhoria do ensino."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "08 - Formação de Professores e Educação Matemática (FPM)"
    "palavra_chave" => "JOGO, PIBID, EDUCAÇÃO MATEMÁTICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Poster_800.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:47"
    "updated_at" => "2020-06-10 20:58:53"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MIRTES DE SOUZA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "MIRTES"
    "autor_email" => "mirtes_souza_silva@hotmai"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vii-epbem"
    "edicao_nome" => "Anais VII EPBEM"
    "edicao_evento" => "VII Encontro Paraibano de Educação Matemática"
    "edicao_ano" => 2012
    "edicao_pasta" => "anais/epbem/2012"
    "edicao_logo" => "5e49c09ba9bc2_16022020192219.png"
    "edicao_capa" => "5e49c06663c32_16022020192126.png"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2012-11-23 23:00:00"
    "publicacao_id" => 4
    "publicacao_nome" => "Anais do Encontro Paraibano de Educação Matemática"
    "publicacao_codigo" => "2317-0042"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 23 de novembro de 2012

Resumo

A ludicidade, sendo utilizada em prol do ensino, pode ser uma grande aliada no processo de aprendizagem da matemática. Nesse sentido, é por meio do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID, e através de intervenções realizadas em escolas públicas conveniadas a este Programa, que essa forma diferenciada de trabalhar conteúdos da matemática está atraindo a atenção dos alunos do Ensino Médio, possibilitando-os ter uma nova visão da matemática, ao passo que contribui para a formação inicial dos bolsistas. O referido trabalho traz o relato de uma intervenção realizada em 05 (cinco) turmas dos 2ºs anos do Ensino Médio da Escola Professor José Quintella Cavalcanti, na qual foram trabalhadas as Leis dos Senos e dos Cossenos. Foi utilizado um jogo de Trilha que é composto por 12(doze) casas, cada uma com uma regra própria, sendo 03 (três) com penalidades do tipo “Fique uma rodada sem jogar” e as outras com questões envolvendo os conceitos básicos de Lei dos Senos e Lei dos Cossenos, em que cada casa desse modelo continha uma punição diferente se a questão não fosse respondida corretamente e uma bonificação caso ocorresse o contrário. Esta atividade não se configura apenas como um jogo de sorte, pois o conhecimento matemático é decisivo no que se refere a permanecer ou não na posição determinada pelo dado. Em cada turma dividimos os alunos em seis equipes. Sendo definida a ordem que cada uma deveria jogar, era nomeado um representante de cada equipe que jogava o dado na ordem definida anteriormente e observava em que casa cada um deveria estar, obedecendo a suas respectivas regras. Aqueles que chegassem a casas contendo questões deveriam respondê-las em, no máximo, cinco minutos. A equipe que chegasse primeiro ao fim da trilha seria a vencedora, e este processo permanecia até definir o último lugar. É importante ressaltar que, quando as equipes respondiam questões erradas os bolsitas apontavam os erros e mostravam como as responder corretamente. Através desta atividade, foi diagnosticado em que parte do conteúdo trabalhado os alunos tinham mais dificuldade, e foi perceptível também, uma ação diferente em cada turma, porém, todas com uma melhora significativa em relação ao aprendizado da matemática. Além disso, muitos alunos disseram que alguns erros que obtiveram durante o jogo em algumas questões, não iriam mais acontecer, pois em uma ocasião futura em que se fizesse necessário o uso deste conteúdo, lembrariam-se deste jogo. Em suma, esta intervenção foi realizada objetivando a fixação e o aprendizado dos conceitos matemáticos, através de uma atividade lúdica que despertou a curiosidade e a criticidade dos alunos, bem como nos possibilitou entender que cada um deles é um indivíduo único, cheio de especificidades e que intervenções como essa refletem significativamente na melhoria do ensino.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.