Artigo Anais V ENID & III ENFOPROF / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

Visualizações: 270
ENSINO DE BIOLOGIA COM BASE NA CRISE AMBIENTAL: UMA PROPOSTA DE ENSINO PARA MODALIDADE EJA

Palavra-chaves: CRISE AMBIENTAL, ENSINO DE BIOLOGIA, EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Comunicação Oral (CO) Educação de Pessoas Jovens e Adultas Publicado em 21 de agosto de 2015

Resumo

A educação de jovens e adultos encontra se presente na realidade das escolas públicas, sendo esta modalidade de ensino composta por educandos que não tiveram oportunidade de estudar no ensino regular quando adolescentes, por vários motivos, entre estes aulas monótonas, matrimônio e emprego em horário das turmas regulares. Esta modalidade enfrenta problemas nas metodologias utilizadas pelos docentes e na descrença de que EJA possa ter um ensino-aprendizado de excelência. Neste âmbito o PIBID (Programa de Bolsa de Iniciação á Docência) desenvolve práticas didáticas visando um ensino aprendizado de qualidade. Neste trabalho, abordamos a crise ambiental para ensinar ecologia para os educandos da modalidade EJA, de forma que eles assimilassem o conteúdo trabalhado em sala de aula com o cotidiano. AS estratégias didáticas utilizadas foram o mapa mental, debate, vídeos com imagens de poluição da cidade onde a escola esta situada e onde os educandos moram. Para introduzirmos o conteúdo de ecologia os educandos escolheram qual dos temas seria abordado primeiro, entre água, solo, ar e fogo, escolheram a água, assim promovendo uma educação democrática onde os educandos tem autonomia de participar efetivamente da construção do conhecimento. As ações do PIBID/BIOLOGIA/UEPB mostraram que é possível abordar o conteúdo de biologia de forma interessante para jovens e adultos com base no cotidiano deles, de forma voluntária os docentes construíram o próprio aprendizado, onde o professor supervisor e bolsista do PIBID foram uma ponte até o conhecimento, ondeA educação de jovens e adultos encontra se presente na realidade das escolas públicas, sendo esta modalidade de ensino composta por educandos que não tiveram oportunidade de estudar no ensino regular quando adolescentes, por vários motivos, entre estes aulas monótonas, matrimônio e emprego em horário das turmas regulares. Esta modalidade enfrenta problemas nas metodologias utilizadas pelos docentes e na descrença de que EJA possa ter um ensino-aprendizado de excelência. Neste âmbito o PIBID (Programa de Bolsa de Iniciação á Docência) desenvolve práticas didáticas visando um ensino aprendizado de qualidade. Neste trabalho, abordamos a crise ambiental para ensinar ecologia para os educandos da modalidade EJA, de forma que eles assimilassem o conteúdo trabalhado em sala de aula com o cotidiano. AS estratégias didáticas utilizadas foram o mapa mental, debate, vídeos com imagens de poluição da cidade onde a escola esta situada e onde os educandos moram. Para introduzirmos o conteúdo de ecologia os educandos escolheram qual dos temas seria abordado primeiro, entre água, solo, ar e fogo, escolheram a água, assim promovendo uma educação democrática onde os educandos tem autonomia de participar efetivamente da construção do conhecimento. As ações do PIBID/BIOLOGIA/UEPB mostraram que é possível abordar o conteúdo de biologia de forma interessante para jovens e adultos com base no cotidiano deles, de forma voluntária os docentes construíram o próprio aprendizado, onde o professor supervisor e bolsista do PIBID foram uma ponte até o conhecimento, onde a escola geradora de mão de obra deu espaço para uma escola geradora de conhecimento. a escola geradora de mão de obra deu espaço para uma escola geradora de conhecimento.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.