Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 212
“CULTURA FÍSICA PARA O SEXO FEMININO”: AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA PARA O SEXO FEMININO NA DÉCADA DE 1930 NO JORNAL A UNIÃO

Palavra-chaves: CORPO, EDUCAÇÃO FISICA, GÊNERO, HIGIENE Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Gênero, Sexualidades e Educação

Resumo

Esse trabalho discute a circulação e construção de um corpo educado, disciplinado e belo proporcionado pela prática do ensino de Educação Física para o sexo feminino nas escolas brasileiras durante a década de 1930 do século XX. Nesse período o ensino de Educação Física aliado ao de Higiene, remodelava e transformava corpos até então raquíticos, débeis, mal desenvolvidos, ou seja, aqueles considerados perante a sociedade, sem capacidades físicas e higiênicas, em corpos fisicamente capaz de suportar a labuta diária que o trabalho na indústria e no lar exigiam de homens e mulheres. Um dos muitos objetivos da prática da Educação Física era a educação e produção de sujeitos disciplinados e higienizados. Portanto, trata-se de uma pesquisa documental, realizada no decorrer do ano de 2014, para tanto, utilizamos como fonte o jornal A União (1931). Dialogamos com a historiografia relacionada ao ensino de Educação Física a exemplo de Soares Júnior (2011), e Goellner (2003). Adotamos a perspectiva de gênero presente nas abordagens realizadas pelas estudiosas Guacira Lopes Louro (2010) e Joan Scott (1995). O aporte teórico-metodológico baseia-se nas discursões propostas por Michel Foucault (2010), sobre o conceito de poder disciplinar. Identificou-se no ensino de Educação Física nas primeiras décadas do século XX no Brasil características concernente as discussões de gênero. Enquanto os homens praticavam exercícios voltados para uma futura formação que os preparassem para o serviço militar e o trabalho na grande indústria, as mulheres praticavam exercícios físicos que as habilitassem para uma maternidade sadia, e também para a preservação de um corpo belo e esbelto.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.