Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 217
SEXUALIDADE DO IDOSO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Palavra-chaves: SEXUALIDADE, ENVELHECIMENTO, REVISÃO Pôster (PO) / Poster Submission Gênero, Sexualidades e Produção do conhecimento Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

Pesquisas voltadas para o envelhecimento passaram a ganhar maior importância devido ao crescente aumento da população idosa em relação a população geral. Esse grupo é visto como “assexuado”, sendo esperado que com o aumento da idade haja o término da prática. A sexualidade é um caminho instável em constante processo de transformação e adaptação, constituindo uma parte indissociável do ser humano. Por isso, a necessidade psicológica da intimidade e prazer não desaparece na terceira idade. A sexualidade na terceira idade apresentam diversas características que devem ser conhecidas e analisadas. Diante desse contexto, o presente estudo objetivou caracterizar a produção científica acerca da sexualidade do idoso, disseminada em periódicos online no âmbito da saúde no período de 2007 a 2015. O estudo proposto trata-se de uma revisão sistemática da literatura. Como pergunta de pesquisa, questionou-se: Quais as características das produções científicas voltadas para o tema da sexualidade do idoso? Para responder a tal interrogativa, realizou-se um levantamento online na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), utilizando os descritores sexualidade e idoso, durante o mês de fevereiro de 2015. Foi estabelecido como critérios de inclusão: artigo completo ou editorial disponibilizado gratuitamente no banco de dados mencionado, no período de 2007 a 2015, publicados em português. A busca resultou em 85 artigos, dos quais 21 não eram trabalhos na íntegra, 36 não tinham a ver com a temática e 11 eram trabalhos repetidos, o que totalizou 68 artigos excluídos do presente estudo. Houve uma leitura criteriosa dos estudos selecionados para análise final, destacando-se em um instrumento de coleta de dados o ano de publicação dos artigos, o título dos trabalhos e a sumarização dos principais resultados encontrados. O estudo foi constituído por 17 publicações. Destas, a maioria foram divulgadas em revistas da área de Enfermagem. No que diz respeito à modalidade das publicações 13 eram artigos originais, 4 trabalhos de revisão. O ano com o maior número de trabalhos disseminados nas bases de dados selecionadas para a pesquisa foi o de 2011, com 9 artigos. Quanto ao enfoque dos estudos inseridos na revisão foi possível identificar duas categorias temáticas: “A sexualidade no processo de envelhecimento”, que contemplou 11 publicações e “Prática sexual e vulnerabilidade de idosos para o HIV/Aids” com 6 publicações. As mudanças fisiológicas que são esperadas no processo do envelhecimento podem influenciar na resposta sexual dos idosos, mas em decorrência do aumento da longevidade e das facilidades da vida moderna, que incluem a reposição hormonal e as medicações para impotência, o idoso vem redescobrindo a sua sexualidade. Contudo, as práticas sexuais inseguras tornam os idosos mais vulneráveis a contaminar-se pelo HIV e outras DST. Diante do número reduzido de publicações no período investigado sobre a sexualidade do idoso, observa-se que, face ao aumento contínuo da população idosa e da necessidade de cuidados que visualizem a promoção da sua qualidade de vida, são necessários estudos na área do envelhecimento, que abordem não apenas a presença de morbidades, como também temáticas que considerem o idoso em toda sua identidade humana, incluindo a sua sexualidade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.