Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

A REPRESENTAÇÃO FEMININA EM ALENCAR: UM ESTUDO SOBRE AS PERSONAGENS AURÉLIA E LÚCIA

Palavra-chaves: LITERATURA, REPRESENTAÇÃO DO GÊNERO FEMININO, SOCIEDADE Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Estudos literários, Gênero e Sexualidades Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

Lucíola e Senhora são duas importantes obras de José de Alencar, considerado o maior romancista brasileiro do período romântico. Ambas enquadram-se na categoria dos romances urbanos do autor, retratando a sociedade burguesa fluminense do século XIX. Devido à grandiosidade de suas obras, a riqueza de detalhes nas descrições e o estilo de escrita impecável, desde sempre seus romances (principalmente aqueles que compõem o Cânone da Literatura Brasileira) renderam diversas pesquisas, retratando os costumes da época, destacando a presença das características românticas ou ainda analisando a representação feminina nas obras do autor. Em relação a esse último tópico é pertinente observar que o interesse pela imagem da mulher na sociedade não é restrito à literatura, observamos que há um movimento muito forte (que não é recente) em analisar como a mulher é retratada nos diversos meios de comunicação (TV, cinema, publicidade), mas que, é de extrema pertinência observar nas diferentes épocas o papel que as personagens femininas desempenham nas obras literárias, uma vez que a literatura é uma forma de representação da sociedade. Através da obra literária é possível ter um conhecimento mais amplo sobre as relações sociais entre homens e mulheres, como também os conflitos decorrentes das mesmas. Por meio dos romances encontramos ideologias, comportamentos sociais e muitas vezes preconceitos oriundos de outras épocas que através da leitura das obras vem ao conhecimento do leitor.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.