Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

POSTURAS E INTERFACES DO NOSSO COTIDIANO: FEMINISMO, IGUALDADE E RECONHECIMENTO.

Palavra-chaves: MULHER NEGRA., EDUCAÇÃO., VALORIZAÇÃO. Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Direitos Humanos, Feminismo e Políticas Públicas de Gênero
"2015-06-03 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 10812
    "edicao_id" => 31
    "trabalho_id" => 266
    "inscrito_id" => 668
    "titulo" => "POSTURAS E INTERFACES DO NOSSO COTIDIANO: FEMINISMO, IGUALDADE E RECONHECIMENTO."
    "resumo" => "Esse texto surgiu no âmbito das primeiras formulações do trabalho de conclusão de curso, a pesquisa está em sua fase inicial, na sistematização de fontes. Todavia, escolhemos apenas algumas fontes para a apresentação do tema. O primeiro passo foi levantar algumas reflexões sobre o Portal Geledés tendo como eixos norteadores a questão racial e a questão de gênero e seus impactos na atualidade, evidenciando uma discussão sobre racismo e sexismo. A imagem da mulher negra está muitas vezes relacionada à pobreza e à marginalização, duas palavras, entre tantas outras. As atitudes de discriminação racial são diversas, vão das falas aos olhares, aos muxoxos, aos risos de lado. O preconceito e a discriminação racial são parte de um todo chamado racismo: um sistema ideológico espraiado e arraigado. No entanto, selecionamos artigos nas quais mostram mulheres negras com grau de escolarização mas que mesmo assim ainda sofrem algum tipo de preconceito por um discurso opressor. Vale salientar a importância de trabalhar esses contextos em sala de aula com o auxílio da Lei 10.639/03 que implementou a obrigatoriedade do ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana no contexto da educação básica, com o intuito de deter a uma reflexão sobre alguns conceitos como racismo, raça, autoestima, cidadania, ações afirmativas, religiosidade, identidade étnico-racial, ancestralidade, oralidade étnico-racial, resistência, gênero e sexualidade, entre outros, para dar sustentação às novas intervenções na área educacional. O Portal Geledés abre a possiblidade de se fazer inúmeras pesquisas e projetos. Contudo, o nosso intuito foi abordar os pequenos casos de racismo no tempo presente, assim como a posição da mulher negra diante dessas circunstâncias."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "Direitos Humanos, Feminismo e Políticas Públicas de Gênero"
    "palavra_chave" => "MULHER NEGRA., EDUCAÇÃO., VALORIZAÇÃO."
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV046_MD1_SA8_ID668_24042015223451.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:57"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:14:41"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MONYKE DO NASCIMENTO CRISPINIANO"
    "autor_nome_curto" => "MONYKE NASCIMENTO"
    "autor_email" => "monykemnc@gmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xi-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XI CONAGES"
    "edicao_evento" => "XI Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2015"
    "edicao_logo" => "5e4d926732858_19022020165415.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1840e819853_22072020103640.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-06-03 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 10812
    "edicao_id" => 31
    "trabalho_id" => 266
    "inscrito_id" => 668
    "titulo" => "POSTURAS E INTERFACES DO NOSSO COTIDIANO: FEMINISMO, IGUALDADE E RECONHECIMENTO."
    "resumo" => "Esse texto surgiu no âmbito das primeiras formulações do trabalho de conclusão de curso, a pesquisa está em sua fase inicial, na sistematização de fontes. Todavia, escolhemos apenas algumas fontes para a apresentação do tema. O primeiro passo foi levantar algumas reflexões sobre o Portal Geledés tendo como eixos norteadores a questão racial e a questão de gênero e seus impactos na atualidade, evidenciando uma discussão sobre racismo e sexismo. A imagem da mulher negra está muitas vezes relacionada à pobreza e à marginalização, duas palavras, entre tantas outras. As atitudes de discriminação racial são diversas, vão das falas aos olhares, aos muxoxos, aos risos de lado. O preconceito e a discriminação racial são parte de um todo chamado racismo: um sistema ideológico espraiado e arraigado. No entanto, selecionamos artigos nas quais mostram mulheres negras com grau de escolarização mas que mesmo assim ainda sofrem algum tipo de preconceito por um discurso opressor. Vale salientar a importância de trabalhar esses contextos em sala de aula com o auxílio da Lei 10.639/03 que implementou a obrigatoriedade do ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana no contexto da educação básica, com o intuito de deter a uma reflexão sobre alguns conceitos como racismo, raça, autoestima, cidadania, ações afirmativas, religiosidade, identidade étnico-racial, ancestralidade, oralidade étnico-racial, resistência, gênero e sexualidade, entre outros, para dar sustentação às novas intervenções na área educacional. O Portal Geledés abre a possiblidade de se fazer inúmeras pesquisas e projetos. Contudo, o nosso intuito foi abordar os pequenos casos de racismo no tempo presente, assim como a posição da mulher negra diante dessas circunstâncias."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "Direitos Humanos, Feminismo e Políticas Públicas de Gênero"
    "palavra_chave" => "MULHER NEGRA., EDUCAÇÃO., VALORIZAÇÃO."
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV046_MD1_SA8_ID668_24042015223451.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:57"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:14:41"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MONYKE DO NASCIMENTO CRISPINIANO"
    "autor_nome_curto" => "MONYKE NASCIMENTO"
    "autor_email" => "monykemnc@gmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xi-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XI CONAGES"
    "edicao_evento" => "XI Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2015"
    "edicao_logo" => "5e4d926732858_19022020165415.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1840e819853_22072020103640.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-06-03 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

Esse texto surgiu no âmbito das primeiras formulações do trabalho de conclusão de curso, a pesquisa está em sua fase inicial, na sistematização de fontes. Todavia, escolhemos apenas algumas fontes para a apresentação do tema. O primeiro passo foi levantar algumas reflexões sobre o Portal Geledés tendo como eixos norteadores a questão racial e a questão de gênero e seus impactos na atualidade, evidenciando uma discussão sobre racismo e sexismo. A imagem da mulher negra está muitas vezes relacionada à pobreza e à marginalização, duas palavras, entre tantas outras. As atitudes de discriminação racial são diversas, vão das falas aos olhares, aos muxoxos, aos risos de lado. O preconceito e a discriminação racial são parte de um todo chamado racismo: um sistema ideológico espraiado e arraigado. No entanto, selecionamos artigos nas quais mostram mulheres negras com grau de escolarização mas que mesmo assim ainda sofrem algum tipo de preconceito por um discurso opressor. Vale salientar a importância de trabalhar esses contextos em sala de aula com o auxílio da Lei 10.639/03 que implementou a obrigatoriedade do ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana no contexto da educação básica, com o intuito de deter a uma reflexão sobre alguns conceitos como racismo, raça, autoestima, cidadania, ações afirmativas, religiosidade, identidade étnico-racial, ancestralidade, oralidade étnico-racial, resistência, gênero e sexualidade, entre outros, para dar sustentação às novas intervenções na área educacional. O Portal Geledés abre a possiblidade de se fazer inúmeras pesquisas e projetos. Contudo, o nosso intuito foi abordar os pequenos casos de racismo no tempo presente, assim como a posição da mulher negra diante dessas circunstâncias.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.