Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 231
O MACHISMO MATA: CONSIDERAÇÕES ACERCA DO FEMINICÍDIO E SEU USO COMO QUALIFICADORA NO ORDENAMENTO JURÍDICO BRASILEIRO

Palavra-chaves: FEMICÍDIO, FEMINICÍDIO, TIPIFICAÇÃO Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Direitos Humanos, Feminismo e Políticas Públicas de Gênero Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

Diana Russel foi a primeira pessoa que utilizou o termo femicídio para definir a morte de mulheres cuja a causa estava diretamente ligada ao seu gênero. Desde então inciou-se uma discussão a cerca do tema, surgindo inclusive um novo termo (feminicídio), que dicotomizou o seu uso. Embora a morte de mulheres por serem mulheres seja algo recorrente, ainda assim há uma tímida produção bibliográfica que tenha isto por objeto de estudo. Ainda que recentemente o Brasil tenha aprovado tal circunstância como qualificadora, é imperativo a discussão dessa problemática social.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.