Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

DE VILÃ À HEROÍNA: CONTEXTUALIZANADO O ESTUDO DE GÊNERO COM A MÚSICA “GENI E O ZEPELIM”

Palavra-chaves: INTERPRETAÇÃO MUSICAL, GÊNERO, GENI E O ZEPELIM, CHICO BUARQUE Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Imaginário e Gênero na Literatura Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

O presente ensaio tem como mote abordar assuntos pertinentes à temática de gênero, baseando-se principalmente na música de Chico Buarque, Geni e o Zepelim. Nesse sentido, em breve síntese, a música relata a vida de uma personagem que é a protagonista da história. A narrativa é feita de antagonismos; hora é tida como uma anomalia no meio social e hora é aclamada como uma verdadeira heroína. Genival ou apenas Geni é uma travesti que majoritariamente se relaciona com os excluídos e excluídas da sociedade, com a exceção do capitão do Zepelim que chega à cidade exige uma noite com a formosa dama. Nas linhas que se seguem, tentar-se-á relacionar a história musicada com estudos ligados às questões de gênero.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.