Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 199
A PARTICIPAÇÃO SOCIAL E AS RELAÇÕES DE GÊNERO NAS REUNIÕES DO PDRS-X: DISCURSOS MASCULINOS, FALAS FEMININAS.

Palavra-chaves: PARTICIPAÇÃO SOCIAL, DISCURSO, FEMININO, MASCULINO, MASCULINO Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Direitos Humanos, Feminismo e Políticas Públicas de Gênero

Resumo

APRESENTAÇÃO Este ensaio tem por objetivo apresentar e discutir a configuração do Plano de Desenvolvimento Regional do Xingu - PDRSX no âmbito das relações de gênero e da participação social representada pelos segmentos governamentais e da sociedade civil. O Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável (PDRS) do Xingu surge da parceria entre o Governo Federal e o Governo do Estado do Pará e constitui-se em um dos instrumentos para a descentralização das políticas públicas com a implantação do projeto UHE Belo Monte na região. Tendo em vista as infraestruturas demandadas pelo projeto tornou-se prioridade absoluta a elaboração de um planejamento para a região visando a maximização dos benefícios gerados pelos empreendimentos e a mitigação de possíveis impactos negativos, especialmente os de natureza social e ambiental. (PDRS-X, 2010). A gestão do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável- Xingu é feita pelo Comitê Gestor do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (CGDEX) de que trata o art. 2º do Decreto nº 7.340, de 21 de outubro de 2010, da Presidência da República com a finalidade de promover políticas públicas que resultem na melhoria da qualidade de vida da população da Região do Xingu, com justiça e igualdade, por meio de um novo modelo de desenvolvimento sustentável. (PDRSX- 2010.) O CGDEX se constitui como um espaço para discussão, definição de prioridades e acompanhamento da execução de ações para o desenvolvimento sustentável da Região do Xingu e tem como princípios, a democracia, a participação social, a transparência, a garantia do contraditório e o respeito entre os agentes governamentais e a sociedade civil. Segundo seu regimento o CGDEX é composto de forma paritária por quinze membros titulares representantes de órgãos governamentais e quinze membros titulares representantes da sociedade civil com igual número de suplentes, indicados nos termos do Decreto nº 7.340, de 21 de outubro de 2010. Tendo em vista esta conjuntura, a proposição deste trabalho consiste em abrir outros espaços de informação e de reflexão, no sentido de produzir leituras mais críticas e descentradas, além daquelas focadas nos objetivos e ações desenvolvidas no contexto do PDRS-X e de seu Comitê Gestor. Nesta direção apresentamos a discussão sobre a participação social e as relações de gênero no âmbito do PDRSX, com o objetivo de situar no campo da linguagem e do sexo as configurações das falas masculinas e femininas, no que se refere a enunciação e a força da representação, ou esvaziamento daquilo que se enuncia. Esta discussão aponta para um caminho que leva em conta a linguagem, não enquanto determinada ou determinante, mas enquanto veiculo e instrumento de representações e comportamentos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.