Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 375
A CONDIÇÃO FEMININA EM LETRAS DE FORRÓ CONTEMPORÂNEAS: CRÍTICA CULTURAL NA SALA DE AULA

Palavra-chaves: LETRAS DE FORRÓ CONTEMPORÂNEAS, REPRESENTAÇÃO DA MULHER, RELAÇÕES DE PODER Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Gênero, Sexualidades e Educação Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

Descortinar as imagens estereotipadas da mulher nas letras de canção do gênero musical forró produzidas e difundidas a partir dos anos 2000 é o principal objetivo deste artigo. Resultado de uma pesquisa que tem por base a Crítica feminista (ZOLIN, 2005) e a noção do feminismo como crítica da cultura (HOLLANDA, 1994), selecionamos dez letras de forró e investigamos como é construída a imagem da mulher nessas materialidades discursivas, elegemos três categorias de análise para representar essa condição: mulheres e dinheiro, mulheres e sexo, mulheres e igualdade. As categorias servem para didatizar a discussão de conceitos como “aniquilação simbólica da mulher”, “estereotipagem”, “violência simbólica”, que são fundamentais para perceber as dinâmicas culturais que perpassam a representação da mulher nas letras e consequentemente no imaginário social. Como a música é uma das formas de arte mais cotidianas na sociedade, elaboramos uma proposta didática de trabalho com as letras de forró em sala de aula, na tentativa de promover conscientização em relação ao “lugar” cultural ocupado pelo sujeito feminino nas letras elencadas para análise, a saber, ainda marginalizado e repleto de estereótipos; nesse sentido, tomamos por base os estudos de Bonicci (2007) e Bourdieu (2007) para relacionar os discursos às relações de poder subjacentes.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.