Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 147
O USO DE LITERATURA INFANTO-JUVENIL NA DESCONSTRUÇÃO DO RACISMO NA ESCOLA: VALORIZAÇÃO DE ELEMENTOS DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA NOS LIVROS O PRESENTE DE OSSANHA E A BOTIJA DE OURO

Palavra-chaves: RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS, LITERATURA INFANTO-JUVENIL, EDUCAÇÃO Pôster (PO) EDUCAÇÃO E RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS

Resumo

Introdução - O presente trabalho traz uma breve discussão acerca do uso da literatura infanto-juvenil, para desconstrução do racismo na escola, bem como a valorização de elementos da cultura africana. A diversidade civilizatória do povo africano, sendo colocada dentro da dinâmica da tradição e contemporaneidade, no contexto escolar. Um esforço para compor a África a partir de suas histórias nas comunidades que a recriaram aqui, trazendo uma África viva dentro dos currículos escolares, sem a compactação e homogeneidade com que tem-se trabalhado hoje. Reconhecendo-se a legitimação institucional da Lei, que traz para dentro da escola os valores singulares, os princípios que relativizam e as tradições africanas que evita a versão neocolonial da África. Objetivo - Este trabalho tem como objetivo refletir e discutir sobre a cultura afro-brasileira dentro das obras selecionadas, identificar elementos da cultura africana e reconhecer suas contribuições na construção do patrimônio cultural brasileiro, principalmente a sua contribuição para a formação da identidade étnico-racial nas escolas. Metodologia - Para tanto utilizamos como proposta metodológica para desenvolvimento deste trabalho, a pesquisa qualitativa de natureza bibliográfica utilizando a técnica da análise de conteúdo para os livros "O presente de Ossanha" e "A botija de ouro" ambos de autoria do Joel Rufino dos santos. Resultado e Conclusão - Dessa forma o resultado desta pesquisa, ainda em andamento, estará inserido no conjunto de trabalhos que auxiliam na desconstrução e desnaturalização do racismo na escola, bem como valorizam e reconhecem as contribuições dos povos africanos, o mesmo fortalecerá na criança o orgulho de ser descendente de um povo com cultura rica de simbologias e tradições.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.