Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 91
ESTRATÉGIAS DE UTILIZAÇÃO RACIONAL DE ÁGUA E RECICLAGEM DE LIXO COMO FERRAMENTA DE MELHORIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Palavra-chaves: ÁGUA POTÁVEL, MEIO AMBIENTE, EDUCAÇÃO NO/DO CAMPO Pôster (PO) EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Resumo

Elemento essencial para a nossa sobrevivência e de todos os seres vivos, a água potável está se tornando cada vez mais cara e escassa. A cultura do desperdício perpetua-se e as populações não têm consciência de que a água é um recurso limitado. O mal gerenciamento do lixo ajuda a contaminar os reservatórios de água e o meio ambiente. A educação ambiental é uma dimensão do processo educacional, que possibilita ao desenvolvimento individu¬al um caráter social em sua relação com a natureza e com os outros seres humanos. A educação acontece como parte da ação humana de transformar a natureza em cultura, atribuindo-lhe sentidos, trazendo-a para o campo da compreensão e da experiência humana de estar no mundo e participar da vida. O objetivo desde trabalho foi aumentar a consciência da necessidade de um novo paradigma em relação ao uso racional dos recursos hídricos, do reuso, da diminuição do consumo, valendo-nos da utilização da reciclagem como maneira de diminuir a contaminação ambiental. Apresentações de palestras, vídeos educativos, cartazes, oficinas de uso racional da água e de reciclagem de lixo, além de gincanas na escola foram utilizadas para a capacitação de alunos professores e membros da comunidade rural Morro Redondo, Oeiras-PI. Durante o desenvolvimento deste, os alunos fizeram um resgate da história das fontes de água da comunidade, tornaram-se capazes de reciclar plástico, construindo seus próprios brinquedos e aprenderam a melhor forma de uso racional e re-aproveitamento da água. A realização da gincana contribuiu de forma significativa para que tanto os alunos, professores, assim como a comunidade em geral, se sensibilizassem da importância de preservar o Meio Ambiente. Trabalhos como este, servem-nos de estímulos para que acreditemos cada vez mais que quando trabalhamos em conjunto, envolvendo os alunos, sobretudo, conseguimos fazer uma educação melhor, rompendo a barreira do ensino restrito a aulas expositivas tradicionais, baseadas em sua maioria no conteúdo do livro didático encontrado em grande parte das escolas brasileiras. Frente aos resultados observados, é um desafio para todos nós, homens e mulheres educadoras, empenharmo-nos em um processo em que a educação seja basilar para a manutenção dos recursos ambientais, quer seja na Caatinga, ou em outra região biogeográfica. A criatividade individual certamente é um fator a ser considerado quando do uso destes indicadores no processo educativo-ambiental, uma vez que as realizações necessitam de um empenho e um entendimento que favoreçam as ações idealizadas. Concluímos que as práticas do uso racional da água trazem vantagens para a vida das crianças e dos seus familiares, que passam a agir de modo ecologicamente correto.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.