Artigo E-book 1: I CONIMAS e III CONIDIS/2019

E-books

ISBN: 978-65-86901-10-8 

Visualizações: 234
DIVERSIDADE GENÉTICA DA ORQUÍDEA ENDÊMICA E AMEAÇADA CATTLEYA GRANULOSA LINDLEY NA MATA ATLÂNTICA

Palavra-chaves: VARIABILIDADE, MARCADOR ISSR, ESPÉCIE VULNERÁVEL, NORDESTE BRASILEIRO, E-book AT 02: Riquezas Naturais

Resumo

CATTLEYA GRANULOSA É UMA ORQUÍDEA ENDÊMICA DA FLORESTA ATLÂNTICA DO LITORAL DO NORDESTE BRASILEIRO. ATUALMENTE, ENCONTRA-SE AMEAÇADA DE EXTINÇÃO. O PRESENTE TRABALHO TEVE COMO OBJETIVO AVALIAR A DIVERSIDADE GENÉTICA DE CATTLEYA GRANULOSA, A FIM DE SUBSIDIAR A IMPLANTAÇÃO DE PLANOS DE CONSERVAÇÃO DA ESPÉCIE. FORAM AMOSTRADOS 52 INDIVÍDUOS EM TRÊS POPULAÇÕES, INSERIDOS NO BIOMA MATA ATLÂNTICA NO LITORAL NORTE DO RN, NORDESTE DO BRASIL. FORAM UTILIZADOS SEIS MARCADORES ISSR, E VISUALIZADOS 88 LOCOS, TODOS POLIMÓRFICOS. O VALOR DE PIC PARA CADA INICIADOR VARIOU ENTRE 0,29 E 0,48. A DIVERSIDADE GENÉTICA (H) VARIOU ENTRE 0,24 E 0,30 E O ÍNDICE DE SHANNON (I) VARIOU ENTRE 0,36 E 0,45. A MENOR DISTÂNCIA GENÉTICA DE NEI FOI DETECTADA ENTRE AS POPULAÇÕES RIO DO FOGO (RIO) E MARACAJAÚ (MAR) (0,09) E A MAIOR DISTÂNCIA GENÉTICA FOI ENTRE AS POPULAÇÕES DE PITITINGA (PIT) E MARACAJAÚ (MAR) (0,14). A ANÁLISE DE VARIÂNCIA MOLECULAR MOSTROU MAIOR DIVERSIDADE GENÉTICA DENTRO DAS POPULAÇÕES (72%) DO QUE ENTRE AS POPULAÇÕES (28%). POR MEIO DO DENDROGRAMA (MÉTODO UPGMA), UTILIZANDO OS VALORES DA IDENTIDADE GENÉTICA DE NEI, OBSERVOU-SE QUE HÁ MAIOR SEMELHANÇA GENOTÍPICA ENTRE AS POPULAÇÕES RIO E MAR (0,91). OS PADRÕES DE DIVERSIDADE ALÉLICA SUGEREM QUE APENAS A POPULAÇÃO PIT SOFREU REDUÇÃO NO TAMANHO EFETIVO POPULACIONAL. OS RESULTADOS OBTIDOS NO ESTUDO MOSTRAM QUE APESAR DA ALTA VARIAÇÃO GENÉTICA OBSERVADA NAS TRÊS POPULAÇÕES DE C. GRANULOSA, A COLETA PREDATÓRIA E A EXPANSÃO IMOBILIÁRIA COLOCAM EM RISCO A INTEGRIDADE DA ESPÉCIE, JUSTIFICANDO A NECESSIDADE DE IMPLANTAR ESTRATÉGIAS DE CONSERVAÇÃO URGENTES.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.