Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

Visualizações: 220
A GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA SOB O OLHAR DA PSICOLOGIA NA MATERNIDADE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Palavra-chaves: GRAVIDEZ, ADOLESCÊNCIA, ATENDIMENTO PSICOLÓGICO Relato de Experiência(RE) Psicologia

Resumo

A adolescência é um período de inúmeras transformações na vida de qualquer mulher, transformações estas que se manifestam no corpo, gerando modificações e alterações no metabolismo, bem como alterações psicológicas (sentimentos de insegurança e instabilidade emocional). Tratando-se então de uma gravidez na adolescência essas alterações tornam-se ainda mais evidentes. Compreende-se que essa fase requer tanto um apoio familiar quanto um acompanhamento direcionado e especializado. São diversas as possíveis causas de uma gravidez precoce que podem ir desde um abuso sexual até o próprio desejo da adolescente em gerar um filho.Dessa forma, o papel dos profissionais da psicologia nas maternidades refere-se à orientação e atenção direcionada as adolescentes.Destaca-se que algumas leis do Sistema Único de Saúde que regulamentam o atendimento em estado gravídico, garante-lhes um acolhimento seguro. Esse atendimento inclui exames, consultas e orientações gratuitas, não obstante, existem insuficientes políticas públicas especializadas no atendimento a gestantes adolescentes em todo o país. O objetivo do presente trabalho é colocar em evidência a gravidez na adolescência e a importância do acompanhamento psicológico das mesmas no período gravídico. Trata-se de um relato de experiência de cunho descritivo e abordagem qualitativa. Utilizou-se da observação e de entrevistas semi-estruturadas, realizadas entre profissionais da psicologia e adolescentes grávidas do Instituto de Saúde Elpídeo de Almeida (ISEA), localizado na cidade de Campina Grande, PB, no período de Janeiro á Fevereiro de 2014. Partindo das observações realizadas no ISEA percebe-se a existência de atendimentos psicológicos direcionados as adolescentes no período gravídico, bem como orientações quanto ao aleitamento materno, o parto e cuidados com o bebê. Constatou-se também que aplicam-se escutas individuais, caso necessário e destacou-se por parte dos profissionais da que a demanda por atendimento é desproporcional a quantidade de profissionais disponíveis.Em relação às adolescentes que se dispuseram a falar, estas mostraram-se satisfeitas quanto ao acompanhamento psicológico oferecido e afirmaram que este está sendo de extrema relevância. Frente as impressões dos discentes, percebeu-se a necessidade do aumento de profissionais da psicologia, visando a partir deste, propiciar um atendimento de maior qualidade a pacientes que usam o serviço em questão. Coloca-se em evidência que a escuta atenta, feita por psicólogos proporciona, a partir do acolhimento, um apoio essencial para o público adolescente podendo reduzir o stress e consecutivamente diminuir os riscos de uma gravidez mal sucedida.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.