Artigo Anais V CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 77
EDUCAÇÃO, ARTE E CULTURA: O ESTÍMULO À CRIATIVIDADE POR MEIO DO LÚDICO, NO ENSINO MÉDIO BÁSICO PÚBLICO.

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO, CRIATIVIDADE, CULTURA, ARTE Comunicação Oral (CO) GT 05. Movimentos sociais, sujeitos e processos educativos

Resumo

Hoje, a escola pública em Pernambuco, precisamente no município do Cabo de Santo Agostinho, pouco enfoca na ludicidade e num resgate cultural e artístico. Esse fato contribui para uma diminuição da criatividade nos estudantes. Para Carvalho (2006, p. 03), “a escola é, sem dúvida, uma instituição cultural e são as próprias reformas educativas que refletem as ideologias impressas no contexto...”. Assim, percebemos que levar um projeto que envolvesse os estudantes nos meios culturais e artísticos de nossa região ofereceria para eles a oportunidade de manterem-se envolvidos com respeito e admiração às manifestações artísticas da região. Além disso, permite aflorar a criatividade por meio do imaginário e do lúdico. O projeto levou para o colégio em que lecionamos, a Escola Emídio Cavalcanti de Albuquerque, em comemoração ao Dia dos Estudantes, oficinas artístico-culturais. Dà-se prática, portanto, ao que afirma Forquin (1993, p.14): “a cultura é o conteúdo substancial da educação, sua fonte e justificação... uma não pode ser pensada sem a outra”. Diante disso, afirmamos que o estímulo à criatividade por meio de momentos lúdicos-culturais é fundamental para que tenhamos cidadãos melhor inseridos socialmente e com novas oportunidades de desenvolverem habilidades que os destacarão no futuro. Baseamos nossos estudos em teóricos e pesquisadores como Bosi, Forquim, Luck, Rosa, Silva, entre outros, que abordam a relevância da cultura ligada à educação; a importância de uma equipe pedagógica engajada; o valor do estudante ser um indivíduo que interage com a sociedade; e a significância do estímulo à criatividade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.