Artigo E-book IV CONEPETRO: "O Futuro Energético Brasileiro"

E-books

ISBN: 978-65-86901-33-7

EFICIÊNCIA DE SISTEMAS MICROEMULSIONADOS FORMULADOS COM TENSOATIVOS E/OU FASE OLEOSA DE ORIGEM VEGETAL APLICADOS NA INDÚSTRIA DO PETRÓLEO: UMA REVISÃO

Palavra-chaves: MICROEMULSÃO, BIODEGRADÁVEL, TRATAMENTO, RECUPERAÇÃO, EMULSÃO E-book E-book Publicado em 29 de abril de 2021

Resumo

SISTEMAS MICROEMULSIONADOS SÃO COMPOSTOS POR TENSOATIVO, FASE OLEOSA, FASE AQUOSA E, EM ALGUNS CASOS, POR UM COTENSOATIVO. AS MICROEMULSÕES TÊM SIDO AMPLAMENTE APLICADAS EM DIFERENTES ATIVIDADES DO RAMO PETROLÍFERO COMO FLUIDO DE PERFURAÇÃO, NA QUEBRA DE EMULSÃO ÁGUA-ÓLEO, RECUPERAÇÃO AVANÇADA E NO TRATAMENTO DA ÁGUA PRODUZIDA. ENTRETANTO, ALGUNS TENSOATIVOS E FASE OLEOSA SÃO CONSTITUÍDOS POR DERIVADOS DE PETRÓLEO, OS QUAIS APRESENTAM TOXICIDADE AO MEIO AMBIENTE. A FIM DE REDUZIR IMPACTOS AMBIENTAIS OCASIONADOS POR FORMULAÇÕES TÓXICAS, DIVERSOS AUTORES TÊM PROPOSTO MICROEMULSÕES COMPOSTAS POR ALGUM COMPOSTO DE ORIGEM VEGETAL, SENDO ELES A FASE OLEOSA OU O TENSOATIVO. ASSIM SENDO, ESTE TRABALHO VISA INVESTIGAR MICROEMULSÕES COMPOSTAS POR ALGUM CONSTITUINTE BIODEGRADÁVEL APLICADAS NA ÁREA DO PETRÓLEO. AS FORMULAÇÕES APRESENTADAS NESTE ESTUDO MOSTRARAM-SE CAPAZES DE ATUAR NA APLICAÇÃO DESEJADA. EM GERAL, AS EFICIÊNCIAS ENCONTRADAS PARA FORMULAÇÕES COM CONSTITUINTES BIODEGRADÁVEIS FORAM EQUIVALENTES ÀS EFICIÊNCIAS DAS MICROEMULSÕES NÃO BIODEGRADÁVEIS.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.