Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 171
HERMENÊUTICA E EDUCAÇÃO: UM OLHAR SOBRE O ATHENEU

Palavra-chaves: HERMENÊUTICA, EDCUAÇÃO, ATENEU Comunicação Oral (CO) FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Com base na contribuição da hermenêutica para a interpretação de textos pertencentes a diferentes gêneros discursivos, este artigo apresenta uma breve reflexão sobre a atuação do diretor escolar do século XIX, caracterizado na figura do personagem Aristarco, do romance O Ateneu de Raul D’Ávila Pompeia, escrito em 1888. Uma breve análise do perfil do diretor do Ateneu traz uma visão acerca do diretor do século XIX, sobretudo os diretores de internatos, o seu relacionamento com os alunos e a forma de dirigir as instituições de ensino. Produzido num momento anterior à Proclamação da República o romance apresenta algumas peculiaridades que fazem dessa obra uma referência no meio literário. O trabalho justifica-se pela necessidade de haver uma melhor compreensão de ideias, conceitos e informações contidas nos textos de modo geral e especificamente nos textos literários, a fim de que haja o aprimoramento das habilidades de leitura e interpretação dos textos, fazendo uma contextualização com o momento atual. A contribuição da hermenêutica é notória nessa tarefa, visto que auxilia na tarefa de compreensão da leitura. A metodologia utilizada para a realização desse estudo foi a pesquisa bibliográfica dentro da abordagem qualitativa. As inferências aqui apresentadas firmam-se nos estudos de Gadamer (2002), Grondim (1999), Alves (2011), Gomes (1958), no que se refere à hermenêutica; Bosi (2001), Pompeia (1993, 1998), Manoni (1988) acerca do romance em estudo. O trabalho estrutura-se nas seguintes seções: introdução, conceituação de análise hermenêutica, síntese do livro, identificação do problema, análise hermenêutica do problema e conclusões.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.