Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 206
EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO CONTEXTO ESCOLAR: CONCEPÇÃO DOS ESTUDANTES DAS ESCOLAS ALDEMIRO VILAS BOAS E ALOISIO DIAS EM RELAÇÃO AOS PROJETOS PEDAGÓGICOS DIRIGIDOS A PREVENÇÃO DA SERRA DA JIBOIA

Palavra-chaves: ESCOLA, EDUCAÇÃO AMBIENTAL, SERRA DA JIBÓIA Pôster (PO) EDUCAÇÃO AMBIENTAL Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

A Serra da Jiboia se encontra no Recôncavo Sul da Bahia e marca a transição entre o domínio da Mata Atlântica e da Caatinga. Rico em biodiversidade, inspira cuidados, já que se encontra ameaçada por atividades econômicas insustentáveis. Para preservar esse patrimônio natural é importante conhecer suas particularidades, desenvolver metodologias apropriadas para sensibilizar o máximo de pessoas, através da Educação Ambiental. Introduzir projetos práticos de Educação Ambiental nas Escolas revela uma concepção inovadora e um compromisso social em oferecer uma educação de melhor qualidade, comprometida com o resgate dos valores que se encontram submersos nos mares capitalistas onde o econômico pressiona e afoga o equilíbrio natural e social. Através de um estudo comparativo de caso, tomando como referência ALMEIDA (2000), BOFF (2002), CAPRA (1996), GADOTTI (2000) entre outros autores, o presente trabalho tem como objetivo principal descrever o potencial pedagógico da Serra da Jibóia e avaliar as concepções dos estudantes das escolas Aldemiro Vilas Boas (São Miguel das Matas - BA) e Aloisio Dias (Elísio - BA) em relação aos projetos pedagógicos dirigidos à preservação da Serra da Jibóia desenvolvidos nesses espaços de educação formal. Para tanto, foram aplicados questionários com estudantes do 1º ano do Ensino Médio em duas categorias prévias de analise: 1 - Referente ao conhecimento que adquiriram na escola a respeito da Serra da Jibóia 2 - Referente a sua formação e os projetos pedagógico desenvolvidos nas escolas que estudam. O resultado foi surpreendente, revelando que, segundo os estudantes das duas escolas analisadas, pouco se trabalha a questão ambiental e nenhuma atividade foi desenvolvida na Serra, desperdiçando o potencial pedagógico da mesma e aproveitando essa reserva como instrumento para prática da Educação Ambiental. Os resultados dessa pesquisa deverão provocar uma discursão nas comunidades analisadas para discutir as demandas e buscar alternativas para incorporar esse debate nos projetos desenvolvidos nas escolas. Dessa forma, essa pesquisa, após ser socializada, poderá contribuir no processo de tomada de consciência coletiva, aproximando a educação da realidade, os educadores dos educandos, a teoria da prática e a ciência da vida, convidando todos os servidores da educação, que compartilham dos mesmos ideais, a sonharem juntos e trabalharem para transformar esses sonhos em realidade.Palavras-chave: Escola. Educação Ambiental. Serra da Jibóia.REFERÊNCIASALMEIDA, D. Sette. Recuperação Ambiental da Mata Atlântica. Ilhéus: 2000.BOFF, Leonardo. Saber cuidar: ética do humano – compaixão pela terra. 8. ed. Petrópolis: Vozes, 2002.CAPRA, F. A. Teia da Vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. São Paulo: 1996.GADOTTI, Moacir. Pedagogia da Terra. São Paulo: Peirópolis, 2000.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.