Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 193
COMPETÊNCIAS PEDAGÓGICO-DIGITAIS NECESSÁRIAS AO TRABALHO NA MODALIDADE EAD: VIVÊNCIAS NA PLATAFORMA MOODLE

Palavra-chaves: EAD/MOODLE, FORMAÇÃO DE PROFESORES, COMPETÊNCIAS PEDAGÓGICO-DIGITAIS Comunicação Oral (CO) FORMAÇÃO DE PROFESSORES Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Este trabalho aborda a temática do emprego de recursos tecnológicos digitais de informação e comunicação em processos formativos de professores da educação básica. O seu objetivo geral foi analisar a participação dos profissionais de educação da rede pública de ensino da Paraíba quanto a aspectos do campo das competências pedagógico-digitais necessárias ao trabalho na modalidade EaD, via plataforma Moodle, da disciplina Tecnologias Educacionais de um curso de Especialização. Para isso, empregou-se a metodologia da pesquisa documental interpretativista, em uma abordagem qualiquantitativa, visando à triangulação dos dados. O corpus é composto de sessenta e sete questionários e relatórios de notas de oferta e reofeta da disciplina Tecnologias Educacionais. Para fundamentação teórica, utilizamos Almeida (2004), Belloni (2001), Moran (2009), entre outros. Os resultados obtidos apontam, de modo geral, para um quadro em que o professor cursista, embora sensível à importância da utilização dessas tecnologias para seu exercício laboral, ainda apresente certas restrições quanto ao relacionamento com o emprego dos equipamentos computacionais, sobretudo no que tange ao uso do computador e da navegação na internet enquanto recursos para sua formação profissional, e que ainda ele teve precária ou nenhuma formação específica em tecnologias educacionais durante seus cursos iniciais para a prática do magistério. Embora o professor cursista tenha considerado o trabalho mediado pela plataforma Moodle como fácil, ele detinha pouca experiência na modalidade Educação a Distância, bem como, escassos conhecimentos acerca das ferramentas disponibilizadas pelo ambiente Moodle, o que, de forma geral, parece ter explicado o fato de os professores cursistas apresentaram uma vivência dificultada na plataforma Moodle pelas limitações no campo das competências pedagógico-digitais, a tal ponto de, para alguns deles, o recebimento de ajuda, por parte de outra pessoa possuidora de mais familiaridade e habilidade com os equipamentos computacionais, ter sido considerado fundamental para o cumprimento das atividades na sala de aula virtual da plataforma Moodle e, consequentemente determinante na obtenção de aprovação na disciplina. Conclui-se que, para alguns professores cursistas, ficaram evidentes que as limitações nas competências pedagógico-digitais necessárias ao trabalho na modalidade Educação a Distância foram significativas ao ponto de comprometerem sua autonomia na realização das atividades disponibilizadas no ambiente Moodle.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.