Artigo Anais VI CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

EDUCAÇÃO AMBIENTAL COM FOCO NO DIREITO HUMANO À ÁGUA POTÁVEL: AÇÕES NO PROGRAMA MULHERES MIL DO IFRN – CAMPUS IPANGUAÇU

Palavra-chaves: ÁGUA, DIREITOS HUMANOS, EDUCAÇÃO AMBIENTAL Comunicação Oral (CO) GT 14 - Educação Ambiental Publicado em 24 de outubro de 2019

Resumo

A CRISE DA ÁGUA É UMA PROBLEMÁTICA GLOBAL, ONDE NEM TODOS TÊM ACESSO A ESTE ELEMENTO DE FORMA IGUALITÁRIA E SEGURA. ENTRETANTO, O ACESSO À ÁGUA POTÁVEL É UM DIREITO HUMANO E TODOS DEVEM USUFRUÍ-LA. NESSE CONTEXTO, O OBJETIVO GERAL DA PESQUISA FOI DESENVOLVER AÇÕES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL COM AS DISCENTES DO CURSO FIC DE AVICULTOR DO PROGRAMA MULHERES MIL NO IFRN – CAMPUS IPANGUAÇU NO QUE TANGE AO DIREITO À ÁGUA POTÁVEL. FORAM REALIZADAS AS SEGUINTES ETAPAS METODOLÓGICAS: APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA; REVISÃO BIBLIOGRÁFICA; ELABORAÇÃO E APLICAÇÃO DE QUESTIONÁRIO; EXECUÇÃO DAS AÇÕES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL; SISTEMATIZAÇÃO E ANÁLISE DOS DADOS. A PARTIR DAS AÇÕES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL, PODE-SE CONSTATAR QUE O DIREITO HUMANO À ÁGUA POTÁVEL AINDA NÃO É ASSEGURADO ENTRE UMA PARCELA DAS ESTUDANTES, O QUE COMPROMETE A QUALIDADE DE VIDA E CONTRIBUI PARA A MANUTENÇÃO DE SITUAÇÕES DE VULNERABILIDADE SOCIAL. DESSE MODO, COM A EXECUÇÃO DAS ATIVIDADES FOI POSSÍVEL APROXIMAR AS MULHERES DE UM TEMA-GERADOR FUNDAMENTAL, PERMITINDO A PROBLEMATIZAÇÃO E O COMPARTILHAMENTO DE PRÁTICAS E EXPERIÊNCIAS. A EXECUÇÃO DE AÇÕES DESSA NATUREZA ESTIMULA A INCLUSÃO SOCIAL E O EXERCÍCIO DA CIDADANIA, VISTO QUE POUCAS CONCLUÍRAM O ENSINO MÉDIO E POSSUEM TRABALHOS COM DIREITOS TRABALHISTAS ASSEGURADOS. ASSIM, O EMPODERAMENTO SOCIAL SOBRE O DIREITO HUMANO À ÁGUA FOI ESTIMULADO, UMA VEZ QUE PARCELA SIGNIFICATIVA DAS MULHERES DESCONHECIA ESSE DEBATE.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.