Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS NA TERCEIRA IDADE

Palavra-chaves: IDOSO., TERCEIRA IDADE., SAÚDE. Pôster (PO) Enfermagem Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

Benefícios da prática de exercícios físicos na terceira idade1. Tathyane Silva Alves. Faculdade Santa Maria/ FSM. Email: tathyanes2@live.com2. Cleide de Matos Teixeira. Faculdade Santa Maria/ FSM. Email: Cleide.e.alencar@hotmail.com3. Ankilma do Nascimento Andrade Feitosa. Faculdade Santa Maria/FSM. Email: ankilmar@hotmail.comIntrodução: diversas pesquisas apontam que a população idosa em nosso país está crescendo consideravelmente a cada ano que passa. Tal fato enseja o despertar de uma maior atenção para a saúde do idoso, onde inúmeros fatores devem ser observados e colocados em prática para potencializar o crescimento dos índices da inversão da pirâmide etária da melhor idade no Brasil. Verifica-se que, para se ter uma vida saudável e uma maior expectativa de vida, são necessárias que se pratiquem hábitos saudáveis, com destaque para a prática de atividades físicas. Ao realizá-la diariamente e de forma moderada, uma pessoa reduz o risco de morrer por problemas cardíacos. Atividades como caminhar, pedalar e nadar, quando feitas na medida certa, apresenta efeitos terapêuticos, diminuindo o cansaço, a insônia, e até mesmo o humor depressivo tão comum na pessoa idosa. Ao praticar um exercício físico, a pessoa passa a conhecer melhor o seu corpo, e com isso, passa a acompanhar conscientemente o seu envelhecimento, entendendo suas limitações e reconhecendo ainda suas potencialidades. Objetivos: descrever através da literatura específica os benefícios da prática da atividade física para os idosos. Metodologia: Este trabalho desenvolveu-se através de pesquisa basicamente bibliográfica, realizada no mês de fevereiro de 2014, nas bases de dados Sciello, através de artigos científicos, revistas acadêmicas, com a pretensão de demonstrar e tentar comprovar a eficácia efetiva do exercício físico como uma peça de indiscutível importância para a manutenção do vigor físico e propriamente como promotor de uma vida mais longa para a pessoa idosa. Resultados: os resultados adquiridos apontam a real e irrefutável eficácia da prática de exercícios físicos por pessoas na terceira idade. É através da atividade física que o idoso diminui os riscos de morrer por problemas cardíacos, e aumenta o vigor físico, o auto – conhecimento sobre o seu corpo e até mesmo sobre os efeitos da atividade na sua mente. Por último, e não menos importante, a pessoa idosa que se exercita, torna seu corpo mais resistente e corre menos riscos de sofrer acidentes de fraturas de quebra de membros.Considerações Finais: Conclui-se assim, que os estudos demonstram de forma clara que a pessoa idosa possui uma grande fórmula em suas mãos contra o seu envelhecimento precoce e acentuado. É através da atividade física desenvolvida continuamente que a pessoa na terceira idade melhora a sua qualidade de vida. Aquele que se exercita vive mais, vive melhor, vive mais feliz, pois tanto o seu corpo, quanto sua mente estão em atividade efetiva, produzindo elementos que lhe dão mais vigor, mais disposição, e até, um melhoramento na atividade cerebral em relação a atenção e bem estar. O exercício físico, é, indiscutivelmente um dos principais aliados contra o envelhecimento desregrado e doloroso da população idosa do nosso país.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.