Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

O PROCESSO GERENCIAR DA ENFERMAGEM NO CENTRO CIRÚRGICO EM UM HOSPITAL REGIONAL NO MUNÍCIPIO DE PAU DOS FERROS, RN, BRASIL.

Palavra-chaves: CENTROS DE CIRURGIA, ENFERMAGEM, GERÊNCIA Tema Livre (TL) Enfermagem Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

(INTRODUÇÃO) O Processo Trabalho da Enfermagem é constituído por um grupo integrado de subprocessos: assistir/intervir, gerenciar, ensinar/aprender e investigar. O trabalho da enfermagem no Centro Cirúrgico (CC) nasceu para atender às necessidades da equipe cirúrgica, onde a prática estava mais voltada para os aspectos de gerenciamento. Hoje, se faz necessário à compreensão da complexidade da atuação do enfermeiro e do processo gerenciar nesta unidade. Para isso, este estudo tem o objetivo de investigar a concepção do enfermeiro acerca do Processo Gerenciar da Enfermagem no Centro Cirúrgico do Hospital Regional no município de Pau dos Ferros, RN, Brasil. (METODOLOGIA) Trata-se de uma pesquisa descritiva e qualitativa, tendo como participante um enfermeiro que trabalha nesta unidade. A coleta de dados foi realizada com uma captação da realidade por meio de uma entrevista semiestruturada. A análise de dados foi realizada utilizando como referencial a análise de conteúdo, e para proporcionar sustentabilidade teórica realizou-se uma pesquisa na Biblioteca Virtual de Saúde com os descritores: “centros de cirurgia”, “enfermagem” e “gerência”. (RESULTADOS E DISCUSSÃO) Assim, percebeu-se que durante a formação acadêmica do entrevistado, o processo gerenciar ainda possuía a denominação de “administração em enfermagem”; as competências que lhe cabem no CC são ligadas a organização das salas de cirurgias para os procedimentos, provisão e gerenciamento do material cirúrgico e, em alguns casos, a instrumentação cirúrgica durante a intervenção; a alta rotatividade de profissionais sob um regime de escalas favorece a inviabilidade de um processo gerenciar consolidado, além de contribuir para a desarticulação entre os processos de trabalho da enfermagem; a sua relação com os demais profissionais se dá de forma positiva e harmoniosa; e, os profissionais não recebem incentivos para a busca de pós-graduações. (CONCLUSÃO) Portanto, o processo gerenciar permeia todas as atividades do enfermeiro e o modo como este contribui diretamente para a qualidade da assistência prestada; o cuidado fornecido pelo enfermeiro do CC assume um caráter indireto e a educação continuada é desvalorizada pelos profissionais dessa unidade hospitalar.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.