Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

SÍNDROME DA FRAGILIDADE EM IDOSAS RESIDENTES NO DOMICÍLIO

Palavra-chaves: ENVELHECIMENTO, IDOSO FRAGILIZADO, ENFERMAGEM, ENFERMAGEM GERIÁTRICA Comunicação Oral (CO) AT 01: Gerontologia Social Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

A SÍNDROME DA FRAGILIDADE É UMA DAS CONDIÇÕES ADVERSAS QUE PODEM ACOMETER O IDOSO, SENDO AS MULHERES O GRUPO DE MAIOR INCIDÊNCIA. OBJETIVOU-SE AVALIAR O NÍVEL DE FRAGILIDADE EM IDOSAS RESIDENTES NO DOMICÍLIO. ESTUDO QUANTITATIVO, TRANSVERSAL E DESCRITIVO REALIZADO COM 118 IDOSAS CADASTRADAS EM UMA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA NO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA - PB. UTILIZOU-SE ROTEIRO ESTRUTURADO E A ESCALA DE FRAGILIDADE DE EDMONTON. A ANÁLISE DOS DADOS FOI REALIZADA NO SOFTWARE SPSS VERSÃO 22.0, POR MEIO DE ESTATÍSTICA DESCRITA. A AMOSTRA É COMPOSTA PREDOMINANTEMENTE POR IDOSAS NA FAIXA ETÁRIA DE 65 A 69 ANOS (24,6%), SEREM ANALFABETAS (29,7%), CASADAS (44,9%), POSSUINDO RENDA DE 1 A 3 SALÁRIOS MÍNIMOS (52%) E ARRANJO FAMILIAR FORMADO POR CÔNJUGE E FILHOS (26,3%). EM RELAÇÃO À CLASSIFICAÇÃO DA FRAGILIDADE, A MAIORIA NÃO APRESENTOU FRAGILIDADE (50,8%), SEGUIDA DAQUELAS APARENTEMENTE VULNERÁVEIS (30,5%). ASSIM, É IMPORTANTE ATENTAR PARA O RISCO DO DESENVOLVIMENTO DA SÍNDROME E ELABORAR ESTRATÉGIAS NO RASTREAMENTO PRECOCE DO QUADRO PARA PREVENIR AGRAVOS À SAÚDE.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.