Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

Visualizações: 190
RESISTÊNCIA BACTERIANA HOSPITALAR: UM FATOR PREOCUPANTE PARA A SAÚDE DO IDOSO

Palavra-chaves: IDOSOS, ANTIBIÓTICOS, RESISTÊNCIA, PREVENÇÃO, PREVENÇÃO Comunicação Oral (CO) AT 03: Práticas Clínicas e Terapêuticas direcionadas à Pessoa Idosa Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

O CENÁRIO ATUAL É CARACTERIZADO POR UM AUMENTO DA EXPECTATIVA DE VIDA, HAVENDO UM CONSIDERÁVEL AUMENTO NO NÚMERO DE IDOSOS. COMUMENTE A ISSO, OBSERVA-SE UM AUMENTO DE IDOSOS QUE PASSAM POR HOSPITALIZAÇÕES PELAS MAIS DIVERSAS CAUSAS. OS ANTIBIÓTICOS COMPÕEM UMA CLASSE DE FÁRMACOS REVOLUCIONÁRIOS NO TRATAMENTO DE DOENÇAS INFECCIOSAS, E RESULTAM NA REDUÇÃO DAS TAXAS DE MORBI E MORTALIDADE. A PREVALÊNCIA DE RESISTÊNCIA AOS ANTIBIÓTICOS ESTÁ DIRETAMENTE RELACIONADA AO SEU USO INDISCRIMINADO, PODENDO GERAR TIPOS DE RESISTÊNCIA (INDIVIDUAL E COMUNITÁRIA). O TRABALHO TEM POR OBJETIVO ENTENDER E DISCUTIR DADOS ATUAIS SOBRE O POTENCIAL DE COMO PODE SER PREJUDICIAL PARA OS IDOSOS O ACOMETIMENTO POR MICRORGANISMOS RESISTENTES NO MOMENTO EM QUE POR TRATAMENTO COM ANTIBIÓTICOS, CONCOMITANTEMENTE À DISCUSSÃO SOBRE O RISCO DA AUTOMEDICAÇÃO E DO USO INDISCRIMINADO DESSA CLASSE FARMACOLÓGICA DE MEDICAMENTOS. É UM ESTUDO EXPLORATÓRIO, BEM COMO DE REVISÃO BIBLIOGRÁFICA, ONDE FORAM UTILIZADAS BASES CIENTÍFICAS DE PESQUISA ONLINE, SENDO ELAS PUBMED E SCIELO, COM VARIAÇÃO DE IDIOMAS EM PORTUGUÊS, INGLÊS E ESPANHOL, COM UM INTERVALO DOS ANOS DAS PUBLICAÇÕES TAMBÉM VARIANTE. IDOSOS POSSUEM UMA MAIOR SUSCEPTIBILIDADE A ADQUIRIR INFECÇÕES QUANDO COMPARADO AO ADULTO JOVEM, ONDE TAL FATO É EXPLICADO DEVIDO SUAS ALTERAÇÕES FISIOLÓGICAS PROVENIENTES DO PRÓPRIO ENVELHECIMENTO. A RESISTÊNCIA MICROBIANA ACARRETA DIVERSOS PROBLEMAS RELACIONADOS A SAÚDE DO IDOSO, INCLUINDO ÓBITOS, ALÉM DE REPRESENTAR MAIORES GASTOS AO GOVERNO. PORÉM, É POSSÍVEL A ADOÇÃO DE MEDIDAS DE PREVENÇÃO, NA TENTATIVA DE DIMINUIÇÃO E CONTROLE DESSA RESISTÊNCIA, DE MANEIRA MULTIPROFISSIONAL.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.