Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO DE IDOSOS SUBMETIDOS À HEMODIÁLISE

Palavra-chaves: IDOSO, INSUFICIÊNCIA RENAL, DEMOGRAFIA, ESTUDOS TRANSVERSAIS Pôster (PO) AT 11: Envelhecimento e Interdisciplinaridade
"2019-06-26 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 53989
    "edicao_id" => 109
    "trabalho_id" => 393
    "inscrito_id" => 2818
    "titulo" => "PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO DE IDOSOS SUBMETIDOS À HEMODIÁLISE"
    "resumo" => "A INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) É UMA DOENÇA PROGRESSIVA E DEBILITANTE QUE RESULTA NO DESEQUILÍBRIO DA HOMEOSTASE DO ORGANISMO. ATÉ O INÍCIO DOS ANOS 1960, O ÓBITO ERA REGRA PARA TODOS OS PACIENTES QUE APRESENTAVAM ESTE QUADRO, PORÉM OS AVANÇOS TECNOLÓGICOS E TERAPÊUTICOS TROUXERAM NOVAS FORMAS DE TRATAMENTO QUE SUBSTITUEM AS FUNÇÕES RENAIS, COMO A HEMODIÁLISE. ). DEVIDO O PROCESSO DE ENVELHECIMENTO POPULACIONAL, A INCIDÊNCIA DE IRC TEM AUMENTADO, FATO EXPLICADO PELAS ALTERAÇÕES FUNCIONAIS NATURAIS DO PROCESSO DE ENVELHECIMENTO E PELO AUMENTO DA PREVALÊNCIA DE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS (DCNT).  O OBJETIVO DESTE ESTUDO FOI TRAÇAR UM PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO DE PACIENTES COM IRC ATRAVÉS DE UM ESTUDO DESCRITIVO TRANSVERSAL. PARA A COLETA DOS DADOS FOI UTILIZADA A TÉCNICA DE ENTREVISTA COM A UTILIZAÇÃO DE UM QUESTIONÁRIO SOCIODEMOGRÁFICO ABORDANDO INFORMAÇÕES BÁSICAS PESSOAIS E ASPECTOS CLÍNICOS. OS DADOS FORAM TABULADOS E ANALISADOS COM PROGRAMA ESTATÍSTICO STATISTICAL PACKAGE FOR SOCIAL SCIENCE (SPSS) VERSÃO 16.0. FOI VISTO QUE A FAIXA ETÁRIA NA QUAL OS PACIENTES FAZEM PARTE MAIS FREQUENTEMENTE FOI DE 60-69 ANOS, A MAIORIA PERTENCENTE AO SEXO MASCULINO. QUANTO AO PERFIL OCUPACIONAL, CERCA DE 95% DA POPULAÇÃO NÃO TRABALHAVA À ÉPOCA DO ESTUDO, A MAIORIA COM BAIXA ESCOLARIDADE E AS PRINCIPAIS COMORBIDADES ASSOCIADAS FORAM DM E HAS, RESULTADOS ESTES QUE CORROBORAM COM ESTUDOS PRÉVIOS."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 11: Envelhecimento e Interdisciplinaridade"
    "palavra_chave" => "IDOSO, INSUFICIÊNCIA RENAL, DEMOGRAFIA, ESTUDOS TRANSVERSAIS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV125_MD4_SA11_ID2818_21062019154311.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:53:30"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "BÁRBARA ANGÉLICA BISPO FERNANDES DO NASCIMENTO"
    "autor_nome_curto" => "BÁRBARA ANGÉLICA"
    "autor_email" => "barbarangelica.b@gmail.co"
    "autor_ies" => "UPE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais VI CIEH"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2019"
    "edicao_logo" => "5e49e780eec9b_16022020220816.png"
    "edicao_capa" => "5ee370c6dba9e_12062020091046.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 53989
    "edicao_id" => 109
    "trabalho_id" => 393
    "inscrito_id" => 2818
    "titulo" => "PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO DE IDOSOS SUBMETIDOS À HEMODIÁLISE"
    "resumo" => "A INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) É UMA DOENÇA PROGRESSIVA E DEBILITANTE QUE RESULTA NO DESEQUILÍBRIO DA HOMEOSTASE DO ORGANISMO. ATÉ O INÍCIO DOS ANOS 1960, O ÓBITO ERA REGRA PARA TODOS OS PACIENTES QUE APRESENTAVAM ESTE QUADRO, PORÉM OS AVANÇOS TECNOLÓGICOS E TERAPÊUTICOS TROUXERAM NOVAS FORMAS DE TRATAMENTO QUE SUBSTITUEM AS FUNÇÕES RENAIS, COMO A HEMODIÁLISE. ). DEVIDO O PROCESSO DE ENVELHECIMENTO POPULACIONAL, A INCIDÊNCIA DE IRC TEM AUMENTADO, FATO EXPLICADO PELAS ALTERAÇÕES FUNCIONAIS NATURAIS DO PROCESSO DE ENVELHECIMENTO E PELO AUMENTO DA PREVALÊNCIA DE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS (DCNT).  O OBJETIVO DESTE ESTUDO FOI TRAÇAR UM PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO DE PACIENTES COM IRC ATRAVÉS DE UM ESTUDO DESCRITIVO TRANSVERSAL. PARA A COLETA DOS DADOS FOI UTILIZADA A TÉCNICA DE ENTREVISTA COM A UTILIZAÇÃO DE UM QUESTIONÁRIO SOCIODEMOGRÁFICO ABORDANDO INFORMAÇÕES BÁSICAS PESSOAIS E ASPECTOS CLÍNICOS. OS DADOS FORAM TABULADOS E ANALISADOS COM PROGRAMA ESTATÍSTICO STATISTICAL PACKAGE FOR SOCIAL SCIENCE (SPSS) VERSÃO 16.0. FOI VISTO QUE A FAIXA ETÁRIA NA QUAL OS PACIENTES FAZEM PARTE MAIS FREQUENTEMENTE FOI DE 60-69 ANOS, A MAIORIA PERTENCENTE AO SEXO MASCULINO. QUANTO AO PERFIL OCUPACIONAL, CERCA DE 95% DA POPULAÇÃO NÃO TRABALHAVA À ÉPOCA DO ESTUDO, A MAIORIA COM BAIXA ESCOLARIDADE E AS PRINCIPAIS COMORBIDADES ASSOCIADAS FORAM DM E HAS, RESULTADOS ESTES QUE CORROBORAM COM ESTUDOS PRÉVIOS."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 11: Envelhecimento e Interdisciplinaridade"
    "palavra_chave" => "IDOSO, INSUFICIÊNCIA RENAL, DEMOGRAFIA, ESTUDOS TRANSVERSAIS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV125_MD4_SA11_ID2818_21062019154311.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:53:30"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "BÁRBARA ANGÉLICA BISPO FERNANDES DO NASCIMENTO"
    "autor_nome_curto" => "BÁRBARA ANGÉLICA"
    "autor_email" => "barbarangelica.b@gmail.co"
    "autor_ies" => "UPE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais VI CIEH"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2019"
    "edicao_logo" => "5e49e780eec9b_16022020220816.png"
    "edicao_capa" => "5ee370c6dba9e_12062020091046.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

A INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) É UMA DOENÇA PROGRESSIVA E DEBILITANTE QUE RESULTA NO DESEQUILÍBRIO DA HOMEOSTASE DO ORGANISMO. ATÉ O INÍCIO DOS ANOS 1960, O ÓBITO ERA REGRA PARA TODOS OS PACIENTES QUE APRESENTAVAM ESTE QUADRO, PORÉM OS AVANÇOS TECNOLÓGICOS E TERAPÊUTICOS TROUXERAM NOVAS FORMAS DE TRATAMENTO QUE SUBSTITUEM AS FUNÇÕES RENAIS, COMO A HEMODIÁLISE. ). DEVIDO O PROCESSO DE ENVELHECIMENTO POPULACIONAL, A INCIDÊNCIA DE IRC TEM AUMENTADO, FATO EXPLICADO PELAS ALTERAÇÕES FUNCIONAIS NATURAIS DO PROCESSO DE ENVELHECIMENTO E PELO AUMENTO DA PREVALÊNCIA DE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS (DCNT). O OBJETIVO DESTE ESTUDO FOI TRAÇAR UM PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO DE PACIENTES COM IRC ATRAVÉS DE UM ESTUDO DESCRITIVO TRANSVERSAL. PARA A COLETA DOS DADOS FOI UTILIZADA A TÉCNICA DE ENTREVISTA COM A UTILIZAÇÃO DE UM QUESTIONÁRIO SOCIODEMOGRÁFICO ABORDANDO INFORMAÇÕES BÁSICAS PESSOAIS E ASPECTOS CLÍNICOS. OS DADOS FORAM TABULADOS E ANALISADOS COM PROGRAMA ESTATÍSTICO STATISTICAL PACKAGE FOR SOCIAL SCIENCE (SPSS) VERSÃO 16.0. FOI VISTO QUE A FAIXA ETÁRIA NA QUAL OS PACIENTES FAZEM PARTE MAIS FREQUENTEMENTE FOI DE 60-69 ANOS, A MAIORIA PERTENCENTE AO SEXO MASCULINO. QUANTO AO PERFIL OCUPACIONAL, CERCA DE 95% DA POPULAÇÃO NÃO TRABALHAVA À ÉPOCA DO ESTUDO, A MAIORIA COM BAIXA ESCOLARIDADE E AS PRINCIPAIS COMORBIDADES ASSOCIADAS FORAM DM E HAS, RESULTADOS ESTES QUE CORROBORAM COM ESTUDOS PRÉVIOS.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.