Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

Visualizações: 292
IMPACTO DA FISIOTERAPIA NA SINTOMATOLOGIA DE UMA IDOSA COM OSTEOARTROSE: UM RELATO DE CASO

Palavra-chaves: FISIOTERAPIA, IDOSOS, OSTEOARTROSE, RECURSOS Comunicação Oral (CO) AT 03: Práticas Clínicas e Terapêuticas direcionadas à Pessoa Idosa Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

A INSTALAÇÃO DE DOENÇAS CRÔNICAS E REUMÁTICAS NA POPULAÇÃO IDOSA ACONTECE DEVIDO A FATORES FÍSICOS E BIOLÓGICOS, DENTRE ESSAS DOENÇAS CRÔNICA, DESTACA-SE UMA LISTADA NO ROL DAS MAIS FREQUENTES, A OSTEOARTROSE (OA), CARACTERIZADA COMO SENDO UMA DOENÇA DEGENERATIVA QUE ACOMETE AS ARTICULAÇÕES E APRESENTA ALTERAÇÕES NAS CARTILAGENS ARTICULARES QUE RESULTAM EM DEFORMIDADES ARTICULARES, AFETANDO DIRETAMENTE A FUNÇÃO, INTERFERINDO, ASSIM, NAS ATIVIDADES BÁSICAS DE VIDA DIÁRIA. A OA APRESENTA UMA CERTA PREDILEÇÃO POR INDIVÍDUOS DO SEXO FEMININO. OS SINTOMAS MAIS FREQUENTES SÃO DORES NAS ARTICULAÇÕES DAS MÃOS, REGIÃO LOMBAR, JOELHOS E QUADRIS, RIGIDEZ MATINAL E LIMITAÇÃO DOS MOVIMENTOS. ATRAVÉS DE UM RELATO DE CASO, ESTE TRABALHO TEM COMO OBJETIVO DESTACAR OS MÉTODOS FISIOTERAPÊUTICOS UTILIZADOS PARA TRATAMENTO DE PACIENTE COM OSTEOARTROSE. DURANTE A CONDUTA PROPOSTA ENFATIZAMOS A UTILIZAÇÃO DE RECURSOS COMO MOBILIZAÇÃO ARTICULAR, RECURSOS ELETROTERMOFOTOTERAPÊUTICOS, CINESIOTERAPIA E ALONGAMENTOS. OBSERVOU-SE RESULTADOS SATISFATÓRIOS QUANTO A INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA REALIZADA, DURANTE O PERÍODO DE TRATAMENTO, HAVENDO RESULTADOS POSITIVOS NA MOBILIDADE ARTICULAR E REDUÇÃO DE QUADRO ÁLGICO FAVORECENDO A REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES BÁSICAS DE VIDA DIÁRIA.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.