Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

Visualizações: 192
DPOC: PRODUÇÃO CIENTÍFICA DE ENFERMAGEM NO PERÍODO DE 2008 A 2012.

Palavra-chaves: DPOC, DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA, ENFERMAGEM Pôster (PO) Enfermagem Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

INTRODUÇÃO: A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é um estado de doença no qual o fluxo de ar está obstruído. É geralmente progressiva e irreversível, podendo está relacionada há uma hiperatividade das vias aéreas. A DPOC inclui bronquite crônica e enfisema pulmonar. Essa condição pulmonar crônica é progressivamente incapacitante, com múltiplos sintomas e frequentes exacerbações que podem interferir na qualidade de vida das pessoas. Nas últimas três décadas, a DPOC tornou-se uma importante causa de morbimortalidade e como consequência um problema de saúde pública. No mundo inteiro, dados epidemiológicos demonstram que milhões de pessoas sofrem desta enfermidade, e morrem prematuramente devido a suas complicações. Atualmente, a DPOC é a 12ª doença mais prevalente no mundo e segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), será a quinta, no ano 2020. No Brasil, a DPOC ocupa a quinta posição entre as causas de morte, com uma prevalência estimada em 12% na população acima de 40 anos. Diante destas colocações a relevância científica e social justifica a realização de estudos por Enfermeiros a cerca desta temática, permitindo assim que esses profissionais de saúde adquiram um maior conhecimento sobre a DPOC e seus impactos físicos e psicossociais na vida das pessoas. OBJETIVO: Este estudo tem como objetivo analisar a produção científica de enfermagem acerca da DPOC no período de 2008 a 2012. METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa bibliográfica concernente à produção no campo das Ciências da Saúde, relacionados com a temática e disponibilizados em periódicos online da referida área (LILACS, SCIELO e BDENF), no período compreendido entre 2008 a 2012. Os descritores utilizados foram DPOC, Doença pulmonar obstrutiva crônica e Enfermagem. Os critérios de inclusão foram trabalhos disponíveis, que abordassem a temática no Brasil e que pelo menos um dos autores fosse um profissional de Enfermagem. O universo do estudo foi constituído por 121 publicações, no qual proporcionou a aquisição de 06 artigos científicos para composição da amostra da pesquisa, uma vez que atenderam aos critérios previamente estabelecidos. Para compreender a temática investigada, os resultados foram organizados considerando o número de publicações por ano, a modalidade do estudo, a área profissional que norteou a pesquisa e a categorização dos artigos. RESULTADOS: O estudo mostra que houve uma maior produção científica sobre DPOC entre os anos de 2010 e 2012 (66%). Quanto à modalidade, observou-se que os artigos originais prevaleceram, perfazendo um total de 66%. No que diz respeito à área que norteia as pesquisas, os resultados demonstraram que a Enfermagem representa o maior percentual nas pesquisas (66%). Observou-se também que as áreas de Sistema respiratório e Qualidade de vida foram os temas mais abordados nos estudos revisados. Apesar da limitação do tema, foi possível comparar os artigos selecionados e constatar os principais aspectos abordados em relação à DPOC, uma doença crônica que afeta a qualidade de vida do paciente, apresentando uma alta taxa de morbimortalidade. CONCLUSÃO: Conclui-se, então, a necessidade de elaborar mais pesquisas no campo da saúde que abordem a temática.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.