Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

A PRÁTICA DE ATIVIDADES FÍSICAS COMO ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO DA QUALIDADE DE VIDA DURANTE O ENVELHECIMENTO

Palavra-chaves: ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL, IDOSO, PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA, BEM-ESTAR, BEM-ESTAR Comunicação Oral (CO) AT 04: Envelhecimento Ativo e Bem Sucedido Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

RESUMO ESTE TRABALHO TRAZ UMA PERSPECTIVA SOBRE A RELAÇÃO DA PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA NO PROCESSO DE ENVELHECIMENTO COM O INTUITO DE PREVENIR E AMENIZAR AS CONSEQUÊNCIAS DE DOENÇAS FÍSICAS E MENTAIS, ALÉM DA PROMOÇÃO MELHORIA DA SAÚDE NOS IDOSOS. ESTA PESQUISA TEM POR OBJETIVO RECONHECER A PRÁTICA DE ATIVIDADES FÍSICAS COMO MEDIDA PREVENTIVA DA PERCA DA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA DURANTE O ENVELHECIMENTO HUMANO. COMO PROCESSO DE INVESTIGAÇÃO FOI REALIZADA UMA PESQUISA BIBLIOGRÁFICA, ATRAVÉS DE BUSCA ONLINE À PERIÓDICOS, UTILIZANDO-SE DE INDEXADORES COMO GOOGLE ACADÊMICO E SCIELO, BUSCANDO FORMAS DE INTERVENÇÕES PARA MELHORIA NA QUALIDADE DE VIDA DOS IDOSOS. EM SUA MAIORIA, AS PESQUISAS APONTARAM QUE UMA DAS PRINCIPAIS E MAIS FUNDAMENTAIS FORMAS DE INTERVENÇÃO É A ATIVIDADE FÍSICA (AF), E DEMONSTRAM QUE AS PRÁTICAS DESTAS REALMENTE INFLUENCIAM NUMA MELHORA FÍSICA E COGNITIVA SIGNIFICATIVA NOS IDOSOS. É CERTO QUE NEM TUDO SERÁ RESOLVIDO POR INTERMÉDIO DESTA ESTRATÉGIA, MAS BOA PARTE DOS PESQUISADOS RELATAM EVOLUÇÃO NO BEM-ESTAR A PARTIR DO ABANDONO DO SEDENTARISMO.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.