Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

ASPÉCTOS E PROCESSOS SOCIAIS BÁSICOS ENTRE GRUPO DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS

Palavra-chaves: PROCESSOS SOCIAIS BÁSICOS, IDOSOS, INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA. Pôster (PO) Psicologia
"2014-04-09 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 5296
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 836
    "inscrito_id" => 1422
    "titulo" => "ASPÉCTOS E PROCESSOS SOCIAIS BÁSICOS ENTRE GRUPO DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS"
    "resumo" => "A interação e a interdependência de um grupo onde suas necessidades e objetivos culminam no apoio de umas para com as outras é o que caracteriza o grupo como social. Por outra vertente, grupos não sociais podem ser definidos por pessoas em um mesmo lugar ao mesmo tempo, mas não interagem entre si, porém influencia diretamente o comportamento do indivíduo. O presente trabalho de investigação para além do conhecimento teórico no que diz respeito a psicologia social acerca de alguns processos grupais, sociais e não sociais a exemplo da facilitação social, indolência social, desindividuação, comunicação entre grupo, conflitos interpessoais, cooperação e competição, constitui na compreensão de aspectos referente a instituição de longa permanência bem como evidenciar características de cunho social entre idosos em uma instituição de amparo a idosos carentes. Como trajeto para avaliação desta análise optou-se por uma observação estruturada que se conceitua como ação planejada, com vista a atender critérios preestabelecidos sobre a Instituição do Lar dos Idosos da cidade de Cajazeiras – PB e abordar aspectos sociais entre os indivíduos dessa instituição. A amostra estudada foi formada por 12 idosos de ambos os sexos masculino e feminino residentes na instituição com idades entre 61 e 96 anos. O critério de seleção para participar da pesquisa foi aleatório, devendo o participante ter aceitado colaborar espontaneamente com a pesquisa, firmando o termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE). Utilizou-se como ferramenta um questionário contendo indicadores sobre as características sócias demográficas dos participantes (sexo, idade, tempo de moradia, contato familiar e escolaridade), no que diz respeito a análise do estudo foi feito uma observação estruturada de cunho qualitativa. O presente estudo buscou contribuir nos aspectos referentes a instituição de longa permanência, como também evidenciar características sociais importantes encontradas nessa instituição, especificamente os processos grupais ali identificados. Nessa perspectiva observou-se no grupo, a facilitação social, caracterizada pela tendência de realizar melhor tarefas simples e pior tarefas complexas na presença de outras pessoas que supostamente avaliam seu comportamento, além da interação e cooperação bem como a existência de componentes sociais. Destarte foi possível perceber através dos dados evidenciados no trabalho, aspectos do processo em grupo tanto no que se refere a grupos sociais quanto a grupos não sociais corroborando assim com a teoria estudada."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "Psicologia"
    "palavra_chave" => "PROCESSOS SOCIAIS BÁSICOS, IDOSOS, INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA."
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_4datahora_24_03_2014_23_25_01_idinscrito_1422_d24362c5f0bc29ef5c81aa27e121851e.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:38"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JÉSSICA LARISSA ALENCAR FERNANDES"
    "autor_nome_curto" => "JÉSSICA LARISSA"
    "autor_email" => "jessica_ata13@hotmail.com"
    "autor_ies" => "FACULDADE SANTA MARIA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 5296
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 836
    "inscrito_id" => 1422
    "titulo" => "ASPÉCTOS E PROCESSOS SOCIAIS BÁSICOS ENTRE GRUPO DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS"
    "resumo" => "A interação e a interdependência de um grupo onde suas necessidades e objetivos culminam no apoio de umas para com as outras é o que caracteriza o grupo como social. Por outra vertente, grupos não sociais podem ser definidos por pessoas em um mesmo lugar ao mesmo tempo, mas não interagem entre si, porém influencia diretamente o comportamento do indivíduo. O presente trabalho de investigação para além do conhecimento teórico no que diz respeito a psicologia social acerca de alguns processos grupais, sociais e não sociais a exemplo da facilitação social, indolência social, desindividuação, comunicação entre grupo, conflitos interpessoais, cooperação e competição, constitui na compreensão de aspectos referente a instituição de longa permanência bem como evidenciar características de cunho social entre idosos em uma instituição de amparo a idosos carentes. Como trajeto para avaliação desta análise optou-se por uma observação estruturada que se conceitua como ação planejada, com vista a atender critérios preestabelecidos sobre a Instituição do Lar dos Idosos da cidade de Cajazeiras – PB e abordar aspectos sociais entre os indivíduos dessa instituição. A amostra estudada foi formada por 12 idosos de ambos os sexos masculino e feminino residentes na instituição com idades entre 61 e 96 anos. O critério de seleção para participar da pesquisa foi aleatório, devendo o participante ter aceitado colaborar espontaneamente com a pesquisa, firmando o termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE). Utilizou-se como ferramenta um questionário contendo indicadores sobre as características sócias demográficas dos participantes (sexo, idade, tempo de moradia, contato familiar e escolaridade), no que diz respeito a análise do estudo foi feito uma observação estruturada de cunho qualitativa. O presente estudo buscou contribuir nos aspectos referentes a instituição de longa permanência, como também evidenciar características sociais importantes encontradas nessa instituição, especificamente os processos grupais ali identificados. Nessa perspectiva observou-se no grupo, a facilitação social, caracterizada pela tendência de realizar melhor tarefas simples e pior tarefas complexas na presença de outras pessoas que supostamente avaliam seu comportamento, além da interação e cooperação bem como a existência de componentes sociais. Destarte foi possível perceber através dos dados evidenciados no trabalho, aspectos do processo em grupo tanto no que se refere a grupos sociais quanto a grupos não sociais corroborando assim com a teoria estudada."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "Psicologia"
    "palavra_chave" => "PROCESSOS SOCIAIS BÁSICOS, IDOSOS, INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA."
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_4datahora_24_03_2014_23_25_01_idinscrito_1422_d24362c5f0bc29ef5c81aa27e121851e.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:38"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JÉSSICA LARISSA ALENCAR FERNANDES"
    "autor_nome_curto" => "JÉSSICA LARISSA"
    "autor_email" => "jessica_ata13@hotmail.com"
    "autor_ies" => "FACULDADE SANTA MARIA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

A interação e a interdependência de um grupo onde suas necessidades e objetivos culminam no apoio de umas para com as outras é o que caracteriza o grupo como social. Por outra vertente, grupos não sociais podem ser definidos por pessoas em um mesmo lugar ao mesmo tempo, mas não interagem entre si, porém influencia diretamente o comportamento do indivíduo. O presente trabalho de investigação para além do conhecimento teórico no que diz respeito a psicologia social acerca de alguns processos grupais, sociais e não sociais a exemplo da facilitação social, indolência social, desindividuação, comunicação entre grupo, conflitos interpessoais, cooperação e competição, constitui na compreensão de aspectos referente a instituição de longa permanência bem como evidenciar características de cunho social entre idosos em uma instituição de amparo a idosos carentes. Como trajeto para avaliação desta análise optou-se por uma observação estruturada que se conceitua como ação planejada, com vista a atender critérios preestabelecidos sobre a Instituição do Lar dos Idosos da cidade de Cajazeiras – PB e abordar aspectos sociais entre os indivíduos dessa instituição. A amostra estudada foi formada por 12 idosos de ambos os sexos masculino e feminino residentes na instituição com idades entre 61 e 96 anos. O critério de seleção para participar da pesquisa foi aleatório, devendo o participante ter aceitado colaborar espontaneamente com a pesquisa, firmando o termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE). Utilizou-se como ferramenta um questionário contendo indicadores sobre as características sócias demográficas dos participantes (sexo, idade, tempo de moradia, contato familiar e escolaridade), no que diz respeito a análise do estudo foi feito uma observação estruturada de cunho qualitativa. O presente estudo buscou contribuir nos aspectos referentes a instituição de longa permanência, como também evidenciar características sociais importantes encontradas nessa instituição, especificamente os processos grupais ali identificados. Nessa perspectiva observou-se no grupo, a facilitação social, caracterizada pela tendência de realizar melhor tarefas simples e pior tarefas complexas na presença de outras pessoas que supostamente avaliam seu comportamento, além da interação e cooperação bem como a existência de componentes sociais. Destarte foi possível perceber através dos dados evidenciados no trabalho, aspectos do processo em grupo tanto no que se refere a grupos sociais quanto a grupos não sociais corroborando assim com a teoria estudada.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.