Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

DIFICULDADES NA IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO HOMEM NA ATENÇÃO BÁSICA (PNAISH)

Palavra-chaves: SAÚDE DO HOMEM, POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE, ATENÇÃO BÁSICA Pôster (PO) Saúde Pública
"2014-04-09 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 5289
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 806
    "inscrito_id" => 88
    "titulo" => "DIFICULDADES NA IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO HOMEM NA ATENÇÃO BÁSICA (PNAISH)"
    "resumo" => "INTRODUÇÃO: A Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem visa qualificar a atenção à saúde da população masculina na perspectiva de linhas de cuidado que resguardem a integralidade da atenção. Para que o mesmo possa ter a garantia do atendimento qualificado na atenção básica, não restringindo assim apenas a recuperação e reabilitação da saúde. A PNAISH tem o objetivo de promover melhorias nas condições de saúde de homens, na faixa etária de 20 a 59 anos, contribuindo para a redução da morbidade e mortalidade masculina. OBJETIVO: Identificar as dificuldades de implementação da Política nacional de atenção integral a saúde do homem na atenção básica. METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, concernente à produção no campo das Ciências da Saúde, relacionados com a temática e disponibilizados em periódicos online da referida área (Scielo, PUBMED e Lilacs), no período compreendido entre 2008 a 2013. Os descritores utilizados foram: dificuldade de implementação da PNAISH e saúde do homem. Os critérios de inclusão foram trabalhos disponíveis, que abordassem a temática no Brasil e que pelo menos um dos autores fosse profissional de Enfermagem. O universo do estudo foi constituído por 09 publicações, no qual proporcionou a aquisição de 09 artigos científicos para composição da amostra da pesquisa, uma vez que atenderam aos critérios previamente estabelecidos. Para compreender a temática investigada, os resultados foram organizados considerando o número de publicações por ano. RESULTADOS E DISCUSÃO: Percebe-se que a PNAISH, é de difícil implementação, por falta de capacitação técnica de profissional, por falta de insumos e equipamentos e por falta de informação para a população sobre a prevenção primária, podemos identificar vários fatores que implica a real implementação. CONCLUSÃO: ainda são escassas as publicações acerca dessa temática, sendo de fundamental importância uma maior capacitação técnica dos profissionais de saúde, para poderem assim realmente implementar a PNAISH."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "Saúde Pública"
    "palavra_chave" => "SAÚDE DO HOMEM, POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE, ATENÇÃO BÁSICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_4datahora_24_03_2014_22_39_22_idinscrito_88_1a95ad733cc0917008c76d97e9b5b41e.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:38"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JEMIMA SANTOS SILVA"
    "autor_nome_curto" => "JEMIMA SANTOS"
    "autor_email" => "jemiima_santos@hotmail.co"
    "autor_ies" => "FSM"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 5289
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 806
    "inscrito_id" => 88
    "titulo" => "DIFICULDADES NA IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO HOMEM NA ATENÇÃO BÁSICA (PNAISH)"
    "resumo" => "INTRODUÇÃO: A Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem visa qualificar a atenção à saúde da população masculina na perspectiva de linhas de cuidado que resguardem a integralidade da atenção. Para que o mesmo possa ter a garantia do atendimento qualificado na atenção básica, não restringindo assim apenas a recuperação e reabilitação da saúde. A PNAISH tem o objetivo de promover melhorias nas condições de saúde de homens, na faixa etária de 20 a 59 anos, contribuindo para a redução da morbidade e mortalidade masculina. OBJETIVO: Identificar as dificuldades de implementação da Política nacional de atenção integral a saúde do homem na atenção básica. METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, concernente à produção no campo das Ciências da Saúde, relacionados com a temática e disponibilizados em periódicos online da referida área (Scielo, PUBMED e Lilacs), no período compreendido entre 2008 a 2013. Os descritores utilizados foram: dificuldade de implementação da PNAISH e saúde do homem. Os critérios de inclusão foram trabalhos disponíveis, que abordassem a temática no Brasil e que pelo menos um dos autores fosse profissional de Enfermagem. O universo do estudo foi constituído por 09 publicações, no qual proporcionou a aquisição de 09 artigos científicos para composição da amostra da pesquisa, uma vez que atenderam aos critérios previamente estabelecidos. Para compreender a temática investigada, os resultados foram organizados considerando o número de publicações por ano. RESULTADOS E DISCUSÃO: Percebe-se que a PNAISH, é de difícil implementação, por falta de capacitação técnica de profissional, por falta de insumos e equipamentos e por falta de informação para a população sobre a prevenção primária, podemos identificar vários fatores que implica a real implementação. CONCLUSÃO: ainda são escassas as publicações acerca dessa temática, sendo de fundamental importância uma maior capacitação técnica dos profissionais de saúde, para poderem assim realmente implementar a PNAISH."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "Saúde Pública"
    "palavra_chave" => "SAÚDE DO HOMEM, POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE, ATENÇÃO BÁSICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_4datahora_24_03_2014_22_39_22_idinscrito_88_1a95ad733cc0917008c76d97e9b5b41e.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:38"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JEMIMA SANTOS SILVA"
    "autor_nome_curto" => "JEMIMA SANTOS"
    "autor_email" => "jemiima_santos@hotmail.co"
    "autor_ies" => "FSM"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

INTRODUÇÃO: A Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem visa qualificar a atenção à saúde da população masculina na perspectiva de linhas de cuidado que resguardem a integralidade da atenção. Para que o mesmo possa ter a garantia do atendimento qualificado na atenção básica, não restringindo assim apenas a recuperação e reabilitação da saúde. A PNAISH tem o objetivo de promover melhorias nas condições de saúde de homens, na faixa etária de 20 a 59 anos, contribuindo para a redução da morbidade e mortalidade masculina. OBJETIVO: Identificar as dificuldades de implementação da Política nacional de atenção integral a saúde do homem na atenção básica. METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, concernente à produção no campo das Ciências da Saúde, relacionados com a temática e disponibilizados em periódicos online da referida área (Scielo, PUBMED e Lilacs), no período compreendido entre 2008 a 2013. Os descritores utilizados foram: dificuldade de implementação da PNAISH e saúde do homem. Os critérios de inclusão foram trabalhos disponíveis, que abordassem a temática no Brasil e que pelo menos um dos autores fosse profissional de Enfermagem. O universo do estudo foi constituído por 09 publicações, no qual proporcionou a aquisição de 09 artigos científicos para composição da amostra da pesquisa, uma vez que atenderam aos critérios previamente estabelecidos. Para compreender a temática investigada, os resultados foram organizados considerando o número de publicações por ano. RESULTADOS E DISCUSÃO: Percebe-se que a PNAISH, é de difícil implementação, por falta de capacitação técnica de profissional, por falta de insumos e equipamentos e por falta de informação para a população sobre a prevenção primária, podemos identificar vários fatores que implica a real implementação. CONCLUSÃO: ainda são escassas as publicações acerca dessa temática, sendo de fundamental importância uma maior capacitação técnica dos profissionais de saúde, para poderem assim realmente implementar a PNAISH.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.